PUBLICIDADE

Esportes - Página 415

Mixto, símbolo esportivo da ‘cuiabania’
FUTEBOL

Mixto, símbolo esportivo da ‘cuiabania’

Em plena Cuiabá da década de 30, no século XX, no Centro Geodésico da América Latina, nascia o clube que tempos depois se tornaria o Mais Querido de Mato Grosso, símbolo esportivo e cultural da “cuiabania”.

Bolt vence desafio em Copacabana, mas fica abaixo de marca nos 150 m

Bolt vence desafio em Copacabana, mas fica abaixo de marca nos 150 m

A expectativa era bater 14s35, anotado nas ruas de Manchester em 2009. O jamaicano venceu seus três adversários, mas cravou 14s42.   Vindo do qualificatório, o brasileiro Bruno Lins cumpriu a promessa do dia anterior e correu abaixo dos 15s. Com a marca de 14s91, o representante nacional completou a prova na segunda colocação, superando o equatoriano Alex Quiñonez e Daniel Bailey, de Antígua e Barbuda.   Na comemoração Bolt caminhou por toda a extensão da pista saudando a torcida brasileira. Após fazer o tradicional raio com as mãos, o dono de seis medalhas de ouro olímpicas jogou uma de suas sapatilhas para uma torcedora.   "Eu sei que o sol está muito quente e agradeço o apoio de todos. Espero encontrá-los em 2016. Apesar de não conquistar o recorde, estou satisfeito. Ainda é início de temporada e estou começando a competir", disse Bolt aos torcedores.   Após ter aproveitado todos os momentos de sua vinda ao Brasil, a lenda olímpica prometeu voltar em breve. "É só me convidar. Eu realmente curti a minha estadia e espero voltar antes dos Jogos Olímpicos de 2016", conclui.   Com o feito, Bolt segue dominando todas as provas de velocidade do atletismo mundial. Bicampeão olímpico nos 100m, 200m e revezamento 4x100m, o jamaicano também detém o recorde mundial destas provas. O feito nos 150m, no entanto, não é reconhecido pela Federação Internacional do Atletismo (Iaaf) por a distância não fazer parte do programa olímpico.   Fonte: Jornal do Brasil

Estamos criando um jeito de jogar na seleção, diz meia Oscar

Estamos criando um jeito de jogar na seleção, diz meia Oscar

Assim que reassumiu a seleção, Luiz Felipe Scolari resgatou os veteranos Kaká e Ronaldinho para resolver o meio de campo. Mas a camisa 10 do Brasil pertence hoje a um garoto de 21 anos, tímido, que chama atenção exclusivamente pelo que faz em campo. Oscar foi titular contra Inglaterra e Itália, jogo no qual marcou um belo gol, e encantou Felipão. Em entrevista à Folha, o meia do Chelsea fala sobre o futebol europeu, a Copa e o fato de deixar seu ídolo de infância no banco.

Cigano começa treinos no Corinthians para luta contra Mark Hunt no UFC 160

Cigano começa treinos no Corinthians para luta contra Mark Hunt no UFC 160

Mais um sábado estranho, sem UFC. Então vamos tentar superar nossa síndrome de abstinência com uma notícia quentinha. Depois de perder o cinturão no final do ano passado, Junior Cigano abriu oficialmente os trabalhos para seu retorno ao octógono.   Depois de dois dias em Las Vegas para a divulgação do UFC 160, que acontece no dia 25 de maio, o peso pesado já voltou para o Brasil e iniciou os treinos para a luta contra o veterano Mark Hunt, que substituiu Alistair Overeem como rival do brasileiro neste card.   Na última sexta-feira, ele passou por uma bateria de exames de rotina em São Paulo e neste sábado partiu para a academia do Corinthians, clube que defende. Seu técnico Luiz Dórea explicou ao blog que eles vão trabalhar no Parque São Jorge até domingo e depois vão para Salvador, base do time, Mas voltarão para São Paulo em um segundo momento.   Durante a semana, Cigano projetou voltar a disputar o cinturão ainda em 2013, mesmo que seja contra seu amigo Antonio Pezão, que no mesmo UFC 160 enfrentará o campeão Cain Velasquez pelo título da categoria. Quem sabe esse confronto entre brasileiro não acontece por aqui?   Fonte: Uol Esporte