PUBLICIDADE
MUAY THAI

Após campanha em busca de apoio, atletas de Cuiabá seguem para a Tailândia nesta terça (05)

Os três atletas embarcam para a Tailândia acompanhados de Rodrigo Alex da Silva Nunes, o mestre Macaco. 

Sandra Carvalho

Editora

05/03/2019 11h11 | Atualizada em 06/03/2019 07h30

Após campanha em busca de apoio, atletas de Cuiabá seguem para a Tailândia nesta terça (05)

Divulgação/Willian Matos

Os tletas de Cuiabá Luiz Antônio de Carvalho e Leventi Guimarães, 20, Inaleia Ferreira e Fernando Guilherme de Oliveira, 18, embarcam nesta terça-feira (05) para Bangkok, na Tailândia, onde disputarão o mundial de Muay Thai.



Luiz Antônio campeão brasileiro de Muay Thai 2018 na categoria 86 quilos. Ele conquistou o título em outubro do ano passado em Campo Grande (MS) após vencer dois adversários durante o 4º Campeonato Brasileiro de Muay Thai e Muay Boran. Acadêmico do 3º semestre do curso de Engenharia Civil da UFMT, Luiz Antônio divide os estudos com a academia. Iniciou aos 12 anos lutando Taekwondo e há três anos conheceu o Muay Thai.

Luiz Antônio, 20 anos, é acadêmico de engenharia civil na UFMT e disputará na categoria 86 kg.

Inaléia Ferreira, 38 anos, conquistou o título de campeã da 3ª etapa do Mato-grossense de Muay Boran em 2016. De lá para cá vem acumulando títulos. Em 2018, trouxe da Tailândia o título de vice-campeã brasileira de Muay Thai e em seguida sagrou-se bicampeã brasileira na disputa que ocorreu em Campo Grande (MS) na categoria 71 kg.

Inaléia Ferreira, 36 anos, busca o título de campeã mundial na categoria 71 kg.

Fernando Guilherme Oliveira da Silva, 18 anos, campeão brasileiro na categoria 60 quilos, e treina há dois anos. Chegou a ter três empregos para conseguir participar do campeonato mundial.



Fernando Guilherme, de apenas 18 anos, já é campeão brasileiro na categoria 60 kg.

Os três atletas, que treinam na academia Team Nogueira, tem histórias de superação e, juntos, realizaram campanhas nas redes sociais em busca de patrocínio para a viagem até a Tailândia. Sem apoio do poder público, Vaquinhas, aulões, vendas de camisetas e reportagens foram algumas das formas encontradas para que estes brasileiros, de Mato Grosso, pudessem representar o País no mundial.

Os três atletas seguem para a Tailândia acompanhados de Rodrigo Alex da Silva Nunes, o mestre Macaco. 

A preparação seguiu uma rigorosa rotina de treinos e dietas para bater o peso. 

.


Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE