PUBLICIDADE
NESTA SEMANA

Cuiabá é palco de campeonatos de boxe

Capital mato-grossense sedia três campeonatos nacionais no Ginásio Lixeira

Da Redação

Equipe

09/08/2018 07h30 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00 1 comentario

Desde o domingo (5), Cuiabá se tornou palco para o boxe com três campeonatos nacionais do esporte simultaneamente. Até o próximo sábado, o 16º Campeonato Brasileiro Feminino Elite, o 11º Campeonato Brasileiro Masculino Cadete e o 3º Campeonato Brasileiro Feminino Juvenil tomam conta do Complexo Esportivo Gustavo Cid Nunes Cunha, conhecido popularmente como Ginásio da Lixeira, localizado na Avenida João Gomes M. Sobrinho, bairro Lixeira.

Reunindo 220 atletas de 19 estados brasileiros, dispersos em diversas categorias, os campeonatos são organizados pela Confederação Brasileira de Boxe e pela Federação Mato-grossense de Boxe (FMB), com o apoio da Prefeitura de Cuiabá, por intermédio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo. No ano passado, a capital também sediou as edições anteriores desses mesmos campeonatos.

“Essa é a terceira vez que este campeonato é realizado em Cuiabá. A Confederação tem nos apoiado muito. Estivemos em São Paulo para participar da votação da cidade-sede deste ano e tivemos 19 votos favoráveis para sua concretização aqui. Um dos fatores que sempre pesa na escolha é a praticidade para os atletas e a estrutura oferecida pelo município para sua realização”, explica o presidente da Federação Mato-grossense de Boxe e ex-pugilista, Sebastião da Silva Borges, via assessoria.

Dentre os três campeonatos, Mato Grosso se sobressaiu em algumas lutas, segundo resultados divulgados pela Confederação Brasileira de Boxe até esta terça-feira. Na categoria Masculino Cadete de 66 kg, Reidiner Barbosa venceu Rafael Alves, do Distrito Federal, por 5 rounds a 0. Já no Feminino Elite de 60 kg, Elisangela Martinelli venceu Megg Tavares, representando o Rio Grande do Sul, também por 5 a 0.

Apesar das duas vitórias, o estado não saiu bem em outras lutas, perdendo quatro delas. Gabriel Sebastião, Raquel Miranda e Alison Silva perderam, respectivamente, para Micael Jesus (SE), Eliana Dantas (BA) e Isaías Souza (SE). Já por decisão do árbitro, quem perdeu foi Mikaelle Reis para Daniela Lopes, do Paraná.

Segundo a assessoria, após as Olímpiadas do Rio 2016, vários atletas do boxe masculino do Brasil se profissionalizaram ou se aposentaram, então a Confederação Brasileira de Boxe buscou promover campeonatos para uma nova leva de boxeadores, como os jovens de 15 e 16 que competem na categoria cadete. Há também o investimento nas competições femininas, abrindo espaços para que mulheres e garotas sintam-se mais motivadas dentro do esporte.

Outras lutas

Nos últimos dois meses, Cuiabá sediou dois grandes eventos nacionais com o taekwondo e a capoeira. Em junho, o Campeonato Brasileiro de Menores de Taekwondo 2018 tomou conta do Ginásio Poliesportivo Professor Aecim Tocantins, já em julho, a capoeira tomou conta da Orla do Porto com um aulão para quem quisesse se aventurar no esporte.

Em junho, a capital reuniu mais de 500 taekwondistas, divididos nas categorias cadete, infantil, juvenil e sub-21, para a disputa de mais de 460 combates para o Campeonato Brasileiro de Menores de Taekwondo. O campeonato ainda contou com a medalhista olímpica Natália Falavigna.

“Recebemos o Brasileiro de Taekwondo e desta vez sediamos três campeonatos de boxe. Com isso, vamos avançando nas ações esportivas, comprovando que nossa cidade pode sim acolher este ou quaisquer outros eventos, tanto no segmento cultural quanto turístico e esportivo. Para nós é uma honra receber esses atletas aqui”, destaca o secretário municipal de Cultura, Esporte e Turismo, via assessoria.

Entre os dias 5 e 8 de julho, capoeiristas de Austrália, Canadá, Estados Unidos e Nova Zelândia, além de 15 estados brasileiros, estiveram em Cuiabá para mais uma edição do Encontro Internacional de Capoeira - Atravessando Fronteiras. O evento promoveu a troca de cordas e batismo (a graduação) dos alunos, como também workshops e cursos para eles. Um aulão também foi oferecido na Orla do Porto.

 

Confira o resultado das primeiras lutas

Primeiro dia

Masculino Cadete - 50 kg

Cauan Tavares (SC) 5:0 Igor Rek (RS)

Breno Carvalho (BA) 5x0 Michael Freitas (AP)

Thiago Correa (PA) 3:2 Ederson Oliveira (PR)


Masculino Cadete - 54 kg

Pablo dos Santos (BA) 5:0 João Neto (RJ)

Gabriel Santos (RR) 4:1 Jailton Santos (PR)

Ronald Ribeiro (ES) RSC* R3 Paulo Moura (TO)

Micael Jesus (SE) 5:0 Wellinson Policarpio (RS)

Yuri Reis (SP) 5:0 Luiz Brandes (PA)


Masculino Cadete - 66 kg

Clayton Guimarães (PA) 5:0 Lucas Pinho (SC)

Luiz Nascimento (SE) RSC R2 William Ferreira (MS)


Masculino Cadete - 75 kg

Iranildo Santos (PA) 4:1 Cristiano Santos (SE)

Otavio Luz (AP) 5:0 Lucas Collado (PR)


Feminino Elite - 51 kg

Caroline Almeida (PE) 5:0 Arilane Santos (SC)

 

Feminino Elite - 57 kg

Vanessa Borba (SC) 5:0 Laila Oliveira (GO)

Miriam Parga (RJ) 3:2 Ingrid Gonçalves (PA)

Jucielen Romeu (PR) RSC R2 Gesilene Pereira (RR)

 

Segundo dia

Feminino Juvenil 48-51 kg

Suzany Sá (RR) 4:1 Virginia Oliveira (BA)

Daniela Lopes (PR) RSC R1 Mikaelle Reis (MT)

Anadir Lima (RS) RSC R1 Kayla Lopes (TO)

 

Masculino Cadete - 54 kg

Pablo Santos (BA) 5:0 Geovani Pimentel (AM)

Ronald Ribeiro (ES) 5:0 Gabriel Santos (RR)

Micael Jesus (SE) 4:1 Gabriel Sebastião (MT)

Yuri Reis (SP) 5:0 Adryan Pedro (SC)


Masculino Cadete - 60 kg

Kaian Reis (BA) 5:0 Diego Bezerra (PA)

Gustavo Sales (PR) 5:0 Pedro Araújo (PE)

Mateus Silva (RR) 5:0 Leonardo Rosa (RS)

Jesiel Bagiston (SC) 5:0 Matheus Santos (RJ)

Ezequiel Cruz (SE) 5:0 Deivid Barreto (AP)

Eduardo Santos (SP) 5:0 Ítalo Fé (TO)


Masculino Cadete - 66 kg

Clayton Guimarães (PA) 5:0 Leonardo Ferreira (SP)

Reidiner Barbosa (MT) 5:0 Rafael Alves (DF)

Isaías Filho (BA) 5:0 Wesley Oliveira (AP)

Luiz Nascimento (SE) RSC R2 Warley Filho (TO)

 

Terceiro dia

Feminino Elite - 60 kg

Thais Xeren (RJ) 5:0 Andressa Silva (RR)

Mirely Alves (PE) 5:0 Rusneane Santos (SE)

Elisangela Martinelli (MT) 5:0 Megg Tavares (RS)

Beatriz Ferreira (BA) ABD R1 Lila Furtado (SP)


Feminino Elite - 64 kg

Gleisiele Gomes (BA) RSC R3 Isa Ribeiro (RJ)

Viviane Pereira (ES) 5:0 Aline Claudino (MS)

Beatriz Soares (SP) 5:0 Nathalia Gonzaga (PR)

Eliana Dantas (BA) 5:0 Raquel Miranda (MT)


Masculino Cadete - 50 kg

William Gomes (RJ) 3:2 Cauan Tavares (SC)

Isaias Souza (SE) 4:1 Alison Silva (MT)

Breno Carvalho (BA) 3:2 Ruan Jesus (SP)

Thiago Correa (PA) 4:1 Luiz Silva (PE)

Kaian Oliveira (BA) RSC R3 Cainã Andrade (AM)

Gustavo Sales (PR) 5:0 Mateus Silva (RR)

Jesiel Bagiston (SC) 3:2 Ezequiel Cruz (SE)

Eduardo Santos (SP) RSC R1 Luis Cardoso (MS)


Masculino Cadete - 70 kg

Wellison Santos (BA) 5::0 Pedro Saraiva (RS)

Thiago Santos (SC) 4:1 Felipe Ignacio (SP)

Tiago Jesus (PR) 5:0 Aluisio Machado (RJ)

*RSC: Vitória por Decisão do Árbitro

© Confederação Brasileira de Boxe

1 COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  1. On the off chance that the possibility of cash is concerning you considering trade exchanging, at that point shake off your nervousness as all it needs is a light speculation that nearly anyone can save. finmax

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE