PUBLICIDADE
TAEKWONDO

Campeonato seleciona melhores lutadores de Mato Grosso

O estado recebeu pela segunda vez o Campeonato Nacional com atletas renomados de diversas categorias. Foram quatro medalhas conquistadas

Juliana Arini

Editora

14/06/2018 07h30 | Atualizada em 14/06/2018 11h15

Mato Grosso foi palco dos combates de alto nível do tae-kwon-do em junho. Foram os atletas do Sudeste e Sul que brilharam nos tatames do estádio Aecim Tocantis, como Allif de Souza, do Rio de Janeiro, que venceu na categoria acima de 87 kg, tornando-se tricampeão da categoria ao vencer Marcelo Melo, de Alagoas, na decisão.

As estrelas do estado foram os atletas da categoria juvenil e infantil que conquistaram quatro medalhas e já estão pré-classificados para a seleção nacional, e os Jogos Pan-Americanos e Sul-Americanos.

“A capital infelizmente não levou medalha desta vez, mas ficamos muito satisfeitos com o rendimento dos atletas do interior. Mato Grosso ganhou quatro medalhas. Duas de água Boa, da equipe do professor Eusébio Lipa, na categoria juvenil; mais duas medalhas de Nova Mutum, dos alunos do professor Oliene Lima; de Santa Rita do Trivelato; e outra medalha do grupo do professor Thiago de Luque”, afirmou Hélio Ribeiro, presidente da Federação de Tae-kwon-do do Estado de Mato Grosso.

A cidade com mais medalhistas foi Água Boa. É de lá que vem um dos destaques da equipe mato-grossense: o atleta Diogo Gomes, de 15 anos, um dos tricampeões brasileiros do tae-kwon-do, e filho do treinador Lipa.

A receptividade do público do estado foi elogiada pelos participantes. Muitas famílias dos atletas acabaram se hospedando no próprio ginásio que acabou virando a casa dos competidores durante o campeonato.

“No começo ficamos preocupados com essa estrutura. Mas todos ficaram felizes com a hospitalidade dos cuiabanos e saíram elogiando o campeonato de Mato Grosso. As mães foram as que mais ficaram felizes com o evento e a estrutura que proporcionamos a todos”, conta Hélio Gomes.

O próximo evento será no final de ano. Será a terceira etapa e a seletiva para os campeonatos de 2019, uma chance para os atletas que ainda desejam representar Mato Grosso no nacional.

Vitória Paulista

A equipe de São Paulo sagrou-se campeã geral do Campeonato Brasileiro de Menores de Taekwondo 2018, com 292 pontos. O evento reuniu cerca de 700 atletas, de 9 a 21 anos, das categorias infantil, cadete, juvenil e sub-21 em Cuiabá, entre os dias 8 e 10 de junho. A seleção do Paraná ficou na segunda, com 277, seguida pelo Rio de Janeiro, com 157 pontos.

O evento foi realizado pela Confederação Brasileira de Taekwondo e promovido pela Federação de Taekwondo do Estado de Mato Grosso – em parceria com a Prefeitura de Cuiabá, por intermédio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo.  Para a Federação Estadual, ter este evento na capital foi um marco para a modalidade no estado.

“Estamos todos muito satisfeitos, porque conseguimos elevar o nosso esporte em todas as categorias e ainda colocar nossa cidade em destaque para o resto do país. Quero agradecer à CBTKD por ter aceitado nosso convite e a Prefeitura de Cuiabá por ter topado o desafio”, disse Hélio Ribeiro, presidente da Federação de Taekwondo de Mato Grosso.

Segundo o secretário de Cultura, Esporte e Turismo, Francisco Vuolo, o Campeonato Brasileiro de Menores de Taekwondo 2018, além de fortalecer o esporte no estado, ainda abriu o caminho para outras disputas nacionais que a secretaria pretende apoiar este ano.  “A pasta dos Esportes tem trabalhado para promover a prática esportiva na capital, prova disso é que simultaneamente a esse campeonato está acontecendo a 43ª edição dos Jogos Estudantis Cuiabanos. Ver essa gente jovem empenhada em quebrar seus limites é muito bom”, orgulha-se o secretário.

Os primeiros confrontos começaram na sexta-feira (8), com a disputa das categorias infantil e cadete. No sábado (9), foi a vez da categoria Juvenil. Já no domingo a competição ficou ainda mais acirrada, com as lutas da categoria sub-21, masculino e feminino. Nesta categoria, o Paraná levou a melhor, com 82 pontos. Na sequência, com a vantagem de um ponto, o time do Distrito Federal ficou com a segunda posição, tendo São Paulo logo atrás, com 52 e 51 pontos, respectivamente.

Na categoria feminina, Letícia Gomes, do Distrito Federal, conquistou o título da modalidade até 67 kg, contra a carioca Karolyne de Oliveira. “A competição foi muito boa. Este é meu terceiro campeonato brasileiro e agora sou bicampeã nacional. Agora eu consegui focar melhor na competição e não fiquei nervosa. A estrutura estava muito boa”, comentou.

Entre os homens, combates de alto nível técnico marcaram a tarde em Cuiabá. Na categoria acima de 87 kg, Allif de Souza, do Rio de Janeiro, tornou-se tricampeão da categoria ao vencer Marcelo Melo, de Alagoas, na decisão. “Hoje foi difícil, porque o nível do campeonato está cada vez mais alto, mas estou muito feliz em conquistar este tricampeonato. Este ano disputo o Brasileiro adulto e a Copa do Brasil e quero terminar o ano com a primeira colocação do ranking. Estou na seleção há dois anos e me sinto cada vez mais maduro”, compartilhou.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE