PUBLICIDADE
FUTEBOL

Saiba tudo sobre a convocação da seleção brasileira

Veja regras da lista e quem ainda disputa as últimas vagas no grupo que irá à Copa do Mundo da Rússia

14/05/2018 14h23 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Saiba tudo sobre a convocação da seleção brasileira

Reprodução

Era 22 de agosto de 2016 quando Tite sentou-se pela primeira vez à mesa do auditório da CBF para anunciar uma convocação. De lá pra cá, ele repetiu esse processo 10 vezes, uma delas num hangar de aeroporto, e vestiu a camisa da seleção brasileira em 64 jogadores. Observados, por ele e pela comissão técnica, foram mais de uma centena. E depois de filtros, exclusões e o duro golpe da perda de Daniel Alves, 23 serão escolhidos nesta segunda-feira para a disputa da Copa do Mundo.

Às 14h, Tite anunciará a mais importante das listas. Ele não se esquivou de, nos últimos meses, confirmar nomes escalados com maior frequência ao longo dos 19 jogos em que esteve no comando. São 15: Alisson, Ederson, Marcelo, Miranda, Marquinhos, Thiago Silva, Casemiro, Fernandinho, Paulinho, Renato Augusto, Coutinho, Willian, Neymar, Gabriel Jesus e Firmino.

A reportagem do GloboEsporte.com aposta que o meia Fred e o atacante Douglas Costa também carimbaram seus passaportes depois dos amistosos de março, contra Rússia e Alemanha.

Algumas das vagas abertas são mais previsíveis, outras uma completa incógnita. Abaixo, vamos esclarecer algumas questões sobre a convocação que será feita às 14h, com transmissão da TV Globo, do SporTV e do GloboEsporte.com, que também acompanhará em Tempo Real a partir das 13h.

35 para a Fifa, 23 para o público
Nesta segunda-feira, a comissão técnica vai enviar à Fifa uma lista com 35 jogadores pré-inscritos na Copa do Mundo. Mas Tite só vai anunciar os 23 que ele pretende levar à Rússia. Os outros 12 só serão divulgados com autorização da CBF.

Para que servem esses 35?
Até o dia 4 de junho, as 32 seleções da Copa do Mundo precisam enviar à Fifa os 23 inscritos na lista final. Eles necessariamente precisam estar nessa primeira relação de 35. Algumas equipes optam por iniciar os treinamentos com um grupo maior, e depois fazer cortes. O Brasil, tradicionalmente, não. Anuncia só os 23, e só troca em caso de lesão. Será assim, novamente, em 2018.

Leia abaixo a situação de cada jogador, posição por posição – os números entre parênteses se referem apenas ao período da Seleção com Tite no comando.

Goleiros
Confirmados: Alisson (8 convocações, 15 jogos) e Ederson (6 convocações, 1 jogo).
A última vaga é disputada por Neto (1 convocação, nenhum jogo) e Cássio (3 convocações, 1 jogo). A opinião de Taffarel, preparador da posição, é a que tem mais peso, mas a comissão técnica é bastante dividida entre eles. Outro goleiro que cresceu na reta final e passou a ser observado com mais carinho foi Marcelo Grohe (1 convocação, nenhum jogo).

Laterais
Confirmado: Marcelo (8 convocações, 10 jogos)
A lesão de Daniel Alves deixou abertas três das quatro vagas. Na direita, são três favoritos: Fagner (8 convocações, 4 jogos) é o mais frequente nas listas do técnico e tem a intimidade tática com as suas preferências, já que foi seu jogador no Corinthians. Mas outros dois nomes têm a favor o fato de terem atuado em grandes times europeus. Danilo (2 convocações, 1 jogo) no Manchester City de Guardiola e Rafinha (1 convocação, 2 jogos), há sete anos, no Bayern de Munique. Ambos atuaram mais improvisados na esquerda ao longo da última temporada.

No lado esquerdo, Filipe Luís (8 convocações, 5 jogos) quebrou a perna no dia 15 de março, mas, em recuperação incrível, já disputou duas partidas, a do último fim de semana o tempo inteiro. Ele já foi até capitão de Tite, é visto como um exemplo de dedicação nos treinos e favorito, embora o futebol de Alex Sandro (4 convocações, 4 jogos) também encha os olhos da comissão técnica. Ele não pode ser descartado.

Zagueiros
Confirmados: Miranda (8 convocações, 14 jogos), Marquinhos (8 convocações, 13 jogos) e Thiago Silva (8 convocações, 10 jogos)
Geromel (3 convocações, 2 jogos) é o mais forte candidato à quarta vaga, respaldado pelo protagonismo nas recentes campanhas do Grêmio, campeão da Copa do Brasil em 2016, da Libertadores em 2017, estadual e da Recopa neste ano. Mas Tite também aprecia muito características técnicas e táticas de Rodrigo Caio (6 convocações, 3 jogos). Recentemente, a comissão técnica foi à China acompanhar jogos e treinos de Gil (5 convocações, 1 jogo).

Meio-campistas
Confirmados: Casemiro (8 convocações, 11 jogos), Fernandinho (8 convocações, 13 jogos), Paulinho (9 convocações, 16 jogos), Renato Augusto (9 convocações, 17 jogos), Philippe Coutinho (9 convocações, 17 jogos) e Willian (9 convocações, 17 jogos).
Embora Tite jamais tenha colocado na lista de garantidos, a reportagem considera que Fred (2 convocações, 1 jogo) também vai à Copa. Ele conquistou a comissão técnica com as recentes atuações pelo Shakhtar Donetsk e os treinamentos para os amistosos contra Rússia e Alemanha, em março.

Atacantes
Confirmados: Neymar (7 convocações, 13 jogos), Gabriel Jesus (8 convocações, 15 jogos) e Firmino (7 convocações, 8 jogos).
Assim como Fred, Douglas Costa (6 convocações, 7 jogos) também não foi colocado publicamente por Tite nessa relação de garantidos, mas estará na lista.

A vaga aberta
Há uma lacuna entre meio-campo e ataque, que será preenchida por um jogador de posição e função que Tite e seus auxiliares considerarem mais carentes e necessárias para situações específicas que vão surgir num torneio curto, de sete jogos.

Se eles quiserem um volante, Arthur (1 convocação, nenhum jogo) está bem cotado. Mas se a conclusão apontar para atletas mais adiantados, com poder de decisão, a disputa ficará muito embolada. Rodriguinho (2 convocações, 2 jogos) tem decidido os jogos mais importantes a favor do Corinthians. Giuliano (7 convocações, 6 jogos) foi chamado com frequência, e inicialmente havia desanimado a comissão da Seleção quando passou a atuar mais adiantado no Fenerbahçe.

O alto número de gols e assistências nessa nova função, além do conhecimento tático do que Tite pretende, entretanto, colocaram Giuliano novamente com boas chances.

Luan (2 convocações, 2 jogos) é uma das ausências que mais causam polêmica. Tite vê empecilhos táticos e técnicos para que ele possa repetir na Seleção o que produz no Grêmio. Taison (6 convocações, 6 jogos) esteve na maioria das listas, mas o grupo tem outros jogadores com suas características. São essas peculiaridades que colocam Talisca (1 convocação, nenhum jogo) e Willian José (1 convocação, nenhum jogo) na lista de possíveis surpresas.

.

FONTE: G1

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE