PUBLICIDADE
MUSA DOS MÚSCULOS

MT treina nova campeã internacional de fisiculturismo

Meu objetivo é chegar entre as “top 3”, pois este evento reúne as melhores do mundo, mas eu pedi a ajuda de Deus, fiz minha melhor performance e venci, disse a atleta

Celestino Carlos

Jornalista

10/05/2018 07h30 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Bonita, extrovertida e com sorrisão no rosto transbordando de satisfação ao falar da conquista do seu prêmio ao participar de uma competição Internacional de Fisiculturismo, ocorrido na sexta-feira (20) de abril, em São Paulo, Nerilde Garcia Strey, 38 anos, conhecida pelo seu apelido, Nega, é atleta destaque no esporte mato-grossense. Ela acaba de vencer o Campeonato Internacional de Fisiculturismo em São Paulo na categoria, Wellness Master.  

Nega é mato-grossense de coração, ela nasceu no Paraná e reside no estado desde os dois meses, hoje, no município de Nobres, a 151 quilômetros de Cuiabá, e há três anos realiza treinos de musculação para participar de competição de fisiculturismo.  Ela releva que o seu interesse por essa modalidade de esportes começou há quatro anos ao assistir um evento em Cuiabá.

“Teve um evento da Graciane Barbosa, vi muitos atletas e me apaixonei, pensei se eu tivesse a oportunidade de virar atleta eu seria. Comuniquei isso para um pessoal, onde estava acontecendo o evento, em uma loja de suplementos, então eu fui apresentada ao meu atual treinador, Gil Melo, fui convidada para ir até a academia e fui aí que tudo começou”, relembra Nega.

Após ser apresentada ao atual treinador, a atleta realizou um treino intensivo, embora já realizasse malhação diária há oito anos, mas nada com foco em competição. Nega não conseguiu andar um dia após a sua primeira visita na academia.

“Fui lá, fiz esse treino e no final de semana fiquei sem andar, foi o treino, mas isso me deixou mais apaixonada e decidi que era de fato o que eu queria. Cheguei ao meu treinador e falei o que eu falo, onde eu começo, eu quero ser atleta”, relatou Nega.

 A partir da decisão, Nega iniciou seu processo de preparação para ser tornar atleta.  O primeiro passo foi procurar um nutricionista para cuidar da alimentação e entrar no processo de emagrecimento para alcançar a qualidade muscular.

“Durante este período, o nutricionista já dá um prazo para você levar resultados, eu levei muito a serio, sou muito dedicada, consegui entregar 15% menos gordura corporal em 40 dias", relembrou.

Com um ano de preparação, a primeira competição de que Nega participou foi o Campeonato Estreante em 2016, a estrutura corporal da atleta era magra, mas com estrutura de corpo para competição.  Sua estreia rendeu a terceira colocação entre as competidoras.

 O segundo evento esportivo de fisiculturismo de que a atleta participou foi o Estadual, em 2017. Nega conseguiu mais um bom resultado, foi segunda colocada.  Porém, em meio aos bons resultados, houve competição em que a atleta não conseguiu bons resultados.

Em 2017, ela foi classificada para participar do Campeonato Brasileiro, realizado em Ribeirão Preto, competiu com outras 27 mulheres e não se classificou entre as top 15.

“Entre aspas foi uma decepção, você treina, treina chega no nível brasileiro e não consegue se classificar , mas nem por isso eu abaixei a cabeça, era um sonho e a gente não desiste”, relatou.

Depois desse resultado negativo, a atleta teve oito meses para se preparar intensamente com foco para participar da competição internacional na qual foi a grande vitoriosa, o Arnaold Sport de Fisiculturismo é uma competição que reúne as melhores atletas do mundo.

“Fiz toda uma preparação, foi bem difícil, treinos muito pesado todos os dias, uma hora de pesadelo, porque é muito puxado. E consegui conquistar um shep (barriga) legal”, relatou.

No dia da grande competição, Nega afirma que estava muito feliz por ter a oportunidade de pisar no palco, que era muito desejado e que também era um dos seus grandes sonhos.  A atleta concorreu com 14 competidoras de outros países e conseguiu a vitória que ela mesma nem esperava.

“Não contei vitória nenhum instante, nunca imaginei que eu iria ganhar, foi uma grande surpresa. Antes de entrar, fiz o nome do pai, falei meu Deus, pedi meio segundo, pedi para ele ficar comigo, não pedi vitória, eu estava alegre, purificada, me soltei, estava feliz e flutuando. Encaixei poses, fiz o meu momento e consegui”, relatou.

 Agora, depois dessa grande vitória para o esporte mato-grossense, a famosa Nega vai se preparar para outras competições, daqui a três meses ela irá participar do Sul Brasileiro e tentar conquistar mais um título.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE