PUBLICIDADE
FUTEBOL

Tumor do atacante Roger era benigno, diz médico

Em coletiva de imprensa, atacante do Botafogo comenta problema de saúde, diz que volta aos treinos em 30 dias e ainda quer jogar no Campeonato Brasileiro

11/10/2017 16h07 | Atualizada em 11/10/2017 15h04

Tumor do atacante Roger era benigno, diz médico

Reprodução

Quatro dias após a cirurgia para a retirada de um tumor no rim direito, o atacante Roger, do Botafogo, convocou uma coletiva de imprensa, na manhã desta quarta-feira, no hospital Samaritano, na Barra da Tijuca, falou abertamente sobre a doença e comemorou o resultado da biópsia, revelada pelo médico Raphael Rocha:

- É um tumor de comportamento benigno, e a expectativa é que ele esteja curado - disse.

Com a aparência tranquila, Roger agradeceu a todas as mensagens de carinho que recebeu nos últimos dias e, emocionado, falou sobre o memento mais difícil que passou na vida.

- Primeiramente quero agradecer a Deus porque mais uma vez ele mostrou o carinho que tem por todos nós. Doutor, quero agradecer ao senhor, obrigado. Me emociono, pois foi o momento mais difícil da minha vida. Quero agradecer a todos, o povo brasileiro, atletas, treinadores. Sou um cara que sempre luto para esse futebol sem diferenças. Posso dizer que estou curado, e em 30 dias estarei treinando no Botafogo.

Ao lado do médido Raphael Rocha, urologista especializado e responsável pela cirurgia robótica realizada, o jogador se mostrou muito confiante na recuperação e, assim, não descartou voltar aos gramados ainda em 2017.

- Quem sabe eu até consigo diputar os últimos jogos do campeonato? Só de treinar já me deixa feliz. Meu objetivo é jogar contra o Cruzeiro. Não quero dizer que jogarei, mas é um objetivo.

Carreira política vira objetivo para ajudar as pessoas com câncer

O susto fez Roger repensar o futuro. O desejo de virar treinador acabou sendo substituído para o de se tornar político. O objetivo do atacante é poder ajudar as pessoas que não têm as mesmas condições de tratamento que ele teve nos últimos dias.

- Na verdade, eu estou com umas ideias para o futuro e algumas coisas mudaram. Eu quero fazer algo para esse país. Estou repensando a carreira de treinador para ir para uma política. Pensei muito nisso para ajudar essas pessoas, que precisam ser diagnosticadas antes. Fui curado porque tive médicos excelentes e as pessoas precisam ter isso. Tem pesso esperando seis meses para fazer o exame para o câncer de mama. Eu vou estar muito ligado nisso.

Confira outras declarações de Roger na coletiva:

A doença
No início foi aquele choque. Eu tinha jogado domingo... Uma dor ruim do meu lado esquerdo, procurei o médico e quando descobri um tumor no rim.... A primeira reação foi de muito choro, de dor até porque não sabíamos como era. Mas sinceramente... É a segunda vez que eu choro. A primeira foi quando meus pais choraram. As mensagens fizeram a diferença.

Apoio
Não tenho palavras para agradecer. Recebi mais de 500 mensagens, quase todos os treinadores me ligaram, jogadores de Seleção, clubes mandando mensagem... Foi algo maravilhoso. Claro que assusta, mas vi como sou querido e vale ter essa personalidade. Quero só agradecer. Minha palavra hoje é gratidão.

Questionamento
Cheguei a comentar com o doutor... Vivo a melhor fase da minha vida, estou vivendo um sonho de um grande atleta que é classificar um time como o Botafogo para a Libertadores. Sou um cara privilegiado, tenho uma família linda, sou um atleta de alto nível e seria injusto reclamar com Deus.

Jogadores do Botafogo
Vocês não têm conhecimento, mas estive com eles antes da cirurgia. Agradeci o apoio de todos. Disse que não queria jogar a Pré-Libertadores ano que vem, mas a vaga na fase de grupos (risos). A gente tem que dar esse retorno ao nosso treinador. Isso também é merecedor para o Jair Ventura. Alguns até choraram, mas eu disse que estaria de volta.

Próximos passos
Agora é descansar, aproveitar minha esposa e filhos. Nunca tiveram tanto tempo comigo. Tirar um tempo para jantar com a família. Voltar forte.

Renovação de contrato com o Botafogo
Sempre disse que queria permanecer no clube. Já se iniciou uma conversa. Agora minha saúde está na frente, mas acho que deve caminhar nos próximos dias para a gente continuar.

Roger não precisará fazer quimioterapia e nem radioterapia por ter descoberto o tumor ainda em fase inicial. O tamanho pequeno, entre 3 e 4 cm, e a localização, no polo inferior, perto da extremidade do rim, facilitaram a cirurgia.

Roger é o principal goleador do Botafogo no ano. Em 49 jogos, marcou 17 gols. O centroavante ganhou projeção por se destacar nos clássicos estaduais. Foram oito gols contra os três principais rivais do alvinegro no Rio de Janeiro. Ele tem contrato com o Alvinegro só até 31 de dezembro, mas já negocia uma renovação.

FONTE: G1

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE