Quarta-Feira, 18 de Janeiro de 2017
CORINTHIANS

Torcida organizada promete manifestação durante reapresentação do Corinthians

Elenco volta aos trabalhos no CT Joaquim Grava nesta quarta-feira

Torcida organizada promete manifestação durante reapresentação do Corinthians
 

O elenco do Corinthians será cobrado logo no primeiro dia de trabalho de 2017. A Gaviões da Fiel, maior torcida organizada do clube, mobilizou-se para protestar diante do CT Joaquim Grava na tarde desta quarta-feira, quando o elenco chefiado por Fábio Carille irá se reapresentar para o início da pré-temporada.

"Não aceitaremos corpo mole dos jogadores e falta de vontade, como foi em 2016. Queremos garra, raça, entrega total em campo", explicou a organizada, em comunicado divulgado na internet. No ano passado, o Corinthians sofreu com o desmanche do time que havia sido campeão brasileiro e não obteve nem sequer classificação para a Copa Libertadores da América. "Não vivemos de títulos - eles são consequência -, mas a raça dos jogadores em campo é obrigação. Vivemos para o Corinthians!", acrescentaram os autores do manifesto.

Os principais alvos das cobranças da torcida, contudo, são os dirigentes. Precisando lidar também com uma crise política, o presidente Roberto de Andrade tem investimentos escassos para investir na montagem do elenco para 2017 em função da dívida contraída pelo Corinthians a partir da construção do estádio de Itaquera. A situação é preocupante.

"Não aceitaremos as mazelas que vem ocorrendo no clube, como a falta de transparência, omissão da diretoria e conivência do Conselho. A Fiel não está à venda! Ela apoia, ela cobra", advertiu a organizada. "Já são dez anos de mentiras. A herança do Dualib segue da mesma forma nas mãos daqueles que venderam mudanças: base de empresários, contratos lesivos, Omni, SPR e TV. Arena? Não seriam R$350 milhões? Chega de mentiras! O Corinthians é do povo, e o povo vai cobrar quem mente e nada faz", concluiu.

COMENTAR