PUBLICIDADE

Educação - Página 130

Prazo para se inscrever no vestibular da Unemat termina neste domingo (21)
ENSINO SUPERIOR

Prazo para se inscrever no vestibular da Unemat termina neste domingo (21)

O prazo para os interessados em ingressar em um dos 52 cursos graduação oferecidos pela Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) termina no domingo (21). Esse também é o último de inscrições para os Cursos de Formação de Oficiais da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. Para se inscrever basta acessar o endereço: www.unemat.br/vestibular A Unemat oferta neste Vestibular 2.110 vagas, em dez dos seus 11 campi. Já para o CFO PM, são 20 vagas e seis vagas para o CFO Bombeiro. O vencimento do boleto bancário com a taxa de inscrição no valor de R$ 90,00 para o vestibular e de R$ 120,00 para a CFO é na segunda-feira (22). Nos cursos de graduação da Unemat, 25% de todas as vagas são reservadas para candidatos que se autodeclaram negros ou pardos. Os candidatos cotistas devem se inscrever na Internet e encaminhar os documentos comprobatórios exigidos no edital por sedex até o dia 22 de abril, para a Coordenadoria de Concursos e Vestibulares (Covest) em Cáceres. As provas do Vestibular e também do exame intelectual do CFO ocorrerão no dia 26 de maio em 13 cidades de Mato Grosso. Neste ano, as provas serão aplicadas em um único dia, nos dois turnos, matutino e vespertino e contarão com questões objetivas e subjetivas. Outra novidade deste concurso é a oferta de três novos cursos de Direito que serão realizados nos campi de Alta Floresta, Barra do Bugres e Pontes e Lacerda. O concurso para o CFO PM e CBM é composto por cinco fases distintas, a primeira compreende o exame intelectual que será realizado juntamente com o concurso vestibular na Unemat. As demais fases compreendem: avaliação física, avaliação psicológica, avaliação médico/odontológica e avaliação social e funcional. O resultado final do Vestibular e da primeira fase do CFO será divulgado a partir do dia 19 de julho, e as aulas começarão no dia 05 de agosto. Mais informações podem ser obtidas no endereço: www.unemat.br/vestibular Fonte: Assessoria

Executivo e o Legislativo de Várzea Grande não chegam a um consenso
LEIS EDUCACIONAIS

Executivo e o Legislativo de Várzea Grande não chegam a um consenso

Em apenas duas semanas, dois projetos foram aprovados pelos vereadores de Várzea Grande que trazem prejuízos a carreira dos profissionais da educação do município. Os projetos foram encaminhados pelo executivo. Para o presidente da subsede do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso de Várzea Grande (Sintep/VG), Gilmar Soares, os projetos trazem vícios antigos, que mantêm os velhos privilégios de um pequeno grupo em detrimento a maioria da categoria. “O executivo e legislativo de Várzea Grande não buscaram ouvir o sindicato, desconsideraram a pauta de reivindicação protocolada desde o dia 11 de janeiro deste ano. Batem cabeça, como diz velho ditado. E, pior ainda, perdem a oportunidade de corrigir distorções na carreira e de estabelecer regras mais criteriosas para as gratificações dos cargos de direção na rede municipal de ensino. Só nos resta lamentar tamanha balbúrdia na educação de Várzea Grande”,  afirmou o professor Gilmar Soares. O último Conselho de Representantes do sindicato realizado no dia 11 de abril marcou Assembleia Geral dos profissionais da rede municipal para o dia 23 de abril (Terça-feira), na Praça da Todimo, às 8h. “Caso o Novo Plano de Carreira não seja sancionado até 10 de maio e a revisão do enquadramento de 2010 não esteja em andamento, a direção do sindicato e o conselho de representantes apontam a retomada do movimento de greve em Várzea Grande”, informou o presidente do Sintep/VG. No dia 23 de abril, logo após a Assembleia, os trabalhadores e trabalhadoras da educação do município sairão em Caminhada até a Igreja Nossa Senhora do Carmo, onde será  realizado um ato de advertência à sociedade sobre a necessidade do executivo municipal resolver os problemas da carreira dos profissionais em educação. No dia 24 de abril, quarta-feira, a partir das 8h, as escolas faram uma exposição de dossiês das Escolas, denunciando as péssimas condições de infraestrutura e os riscos que educadores e estudantes estão correndo dentro de nossas escolas. na Praça da Igreja Nossa Senhora do Carmo (Centro de VG). Já, no dia 25 de abril, quinta-feira, às 7h30, será realizado Ato Público em frente à Câmara de Vereadores e após o ato publico, a categoria fará uma caminhada de protesto pelo Paço Municipal Couto Magalhães, cobrando os pontos da Pauta de Reivindicação e alertando o Executivo e o Legislativo acerca dos Problemas com o Plano de carreira e os direitos negados aos Profissionais da Educação. Fonte: Assessoria

Prazo para se inscrever no vestibular da Unemat termina no domingo

  O prazo para os interessados em ingressar em um dos 52 cursos graduação oferecidos pela Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) termina no domingo (21). Esse também é o último de inscrições para os Cursos de Formação de Oficiais da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

Estudo: 10% da população tem algum transtorno de aprendizagem

Estudo: 10% da população tem algum transtorno de aprendizagem

  Estudo divulgado nesta quinta-feira em artigo na revista especializada Science indica que até 10% da população tem algum transtorno de aprendizagem - como dislexia, discalculia, autismo, desordem de atenção (déficit ou hiperatividade).

Lei tira exigência de pós-graduação para novos professores de federais

Lei tira exigência de pós-graduação para novos professores de federais

  Uma lei de iniciativa do governo federal que entrou em vigor no mês passado determinou que as universidades federais não podem mais exigir nos concursos para professor os títulos de mestre ou doutor dos candidatos.   Na prática, quem só tiver diploma de graduação pode agora disputar todas as vagas abertas nas universidades. Até então, esses candidatos eram aceitos como exceção.   O governo afirmou ontem (17) que pretende alterar novamente a regra, para que as instituições possam voltar a exigir diploma de pós-graduação, como condição primordial para a inscrição.   O governo ainda não sabe, porém, se mandará um projeto de lei ao Congresso ou se editará medida provisória.   Dirigentes de universidades disseram à Folha que o Executivo não tinha a intenção de proibir a exigência de mestrado ou doutorado.   Houve um erro no projeto, segundo eles, só percebido quando as universidades consultaram suas áreas jurídicas para abrir os concursos.   A mudança, porém, já trouxe resultados práticos.   A Federal de Santa Catarina, por exemplo, está selecionando 200 professores com diploma de graduação (inicialmente, exigia doutorado).   Na Federal de Pernambuco, os departamentos de física e de química decidiram suspender os processos por discordar da nova regra.   Desde a década de 1990, a praxe nos concursos é exigir que os candidatos tenham doutorado ou mestrado, como forma de buscar melhor qualidade no ensino e na pesquisa. Hoje, 90% dos docentes das federais têm uma pós.   O Ministério da Educação passou a ser pressionado pelas universidades após a consultoria jurídica da pasta publicar parecer confirmando que a lei em vigor agora proíbe que as instituições barrem candidatos sem pós.   "Manifestamos publicamente nossa insatisfação, por acreditar que, sem titulação pós-graduada, a competência acadêmica e a formação de recursos humanos ficarão seriamente comprometidas", disse, em nota, o departamento de física da Universidade Federal de Pernambuco, um dos mais produtivos do país.   O Conselho Universitário da Unifesp (Federal de São Paulo) emitiu na semana passada nota de repúdio à lei, por entender que ela fere a sua autonomia de escolher o perfil dos novos docentes.   UOL  

Sintep reage e detona gestão da Seduc
EDUCAÇÃO

Sintep reage e detona gestão da Seduc

  O Sindicato dos Trabalhadores na Educação Pública de Mato Grosso (Sintep-MT) reagiu à guerra de poder para controlar cerca de R$1,6 bilhão de reais, orçamento da Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Em que pese a pasta ser comandada por um petista – Ságuas Moraes –, partido com alicerce eminentemente sindicalista, o Sintep resolveu abrir o bico e denunciar o caos que se instalou na educação mato- grossense. 

Abertas as inscrições para o Cuiabá Vest 2013

Abertas as inscrições para o Cuiabá Vest 2013

  As inscrições para o cursinho Pré-vestibular/Enem “Cuiabá Vest 2013” estão abertas e podem ser feitas até 25 de abril, através do link http://www.cuiaba.mt.gov.br/funec/concursos.jsp?insc=2013.

Unemat discute fortalecimento da instituição no Sul do Estado

Unemat discute fortalecimento da instituição no Sul do Estado

  A direção da Universidade do Estado de Mato Grosso esteve reunida na manhã desta terça-feira  (09) com o prefeito de Alto Araguaia, Gerônimo Maia, o vice-prefeito Américo Pereira, o presidente da Câmara de vereadores, Vanderalques de Castro, deputado estadual Hermínio J. Barreto e servidores do campus para discutir o fortalecimento da instituição na região Sul.