PUBLICIDADE
EDIÇÃO IMPRESSA

Leia a Edição n.° 674 do Circuito MT

Prometida para ser o polo industrial do Estado, a verdade é que Várzea Grande nunca decolou como tal e sempre foi vista como o patinho feio da Baixada Cuiabana...

03/05/2018 06h28 | Atualizada em 03/05/2018 06h28 1 comentario

Prometida para ser o polo industrial do Estado, a verdade é que Várzea Grande nunca decolou como tal e sempre foi vista como o patinho feio da Baixada Cuiabana. Na capital, as piadas mais leves lembravam a ausência de prédios, as mais pesadas denotam o preconceito racial e social com a população da cidade do outro lado do rio Cuiabá. Agora, construtoras oferecem novos endereços para quem quiser investir e morar lá. Mas nem tudo são flores, como mostra nossamatéria de capa, mesmo com nomes bonitos como Florais da Mata, Chapéu do Sol e Parque Genebra.

 

 

Veja algumas notícias desta edição

1 COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  1. Não entendi a intenção da matéria. O título, aparentemente, tem o propósito de falar sobre a cidade de Várzea Grande, já o discurso se concentra em uma pequena região, que por sinal é uma região que tem crescido com planejamento e boa infraestrutura, motivo de orgulho para a cidade. Ocupando vazios e contribuindo nas arrecadações. É notório que temos problemas e muito trabalho pela frente, mas - que bom - ainda podemos contar com empreendimentos dispostos a investir e auxiliar no desenvolvimento da cidade, pois se depender da visão do redator estamos perdidos! Aliás, a informação sobre a construção do Complexo Judiciário está disponível no site da própria prefeitura, caso queiram consultar para publicar corretamente na próxima matéria: http://www.varzeagrande.mt.gov.br/conteudo/7219 E a Guerra do Paraguai? Onde entra nesse contexto? Que confusão!

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE