PUBLICIDADE
CRISE

Grupo Pinesso entra em recuperação judicial por divida de R$ 571 milhões

Grupo atua há 60 anos no Centro-Oeste e atribui a atual crise financeira a mudanças climáticas e variação de preço das commodities

Da Redação

Equipe

09/07/2015 14h49 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00 1 comentario

Nesta semana, o Grupo Pinesso, com três fazendas e cinco revendedoras de máquinas agrícolas no estado, ingressou com pedido de recuperação judicial, na Comarca de Campo Grande (MS), onde fica a sede da empresa. 



É cada vez mais frequente as notícias de grande empresas brasileiras, que após anos de sucesso entram em processo de recuperação judicial. O indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações mostra que no primeiro semestre deste ano as recuperações judiciais totalizaram 492 ocorrências, recorde para o acumulado de um primeiro semestre desde 2006, após a entrada em vigor da Nova Lei de Falências, em junho de 2005.

Com dívida estimada em R$ 571 milhões, O Grupo Pinesso atua há 60 anos no Centro-Oeste e atribui a atual crise financeira a mudanças climáticas e variação de preço das commodities.

Em Mato Grosso, as unidades produtivas do grupo são: a fazenda Água Limpa, com 63,8 mil hectares, em Nova Ubiratã, na região Norte; a fazenda Mutum, com 12,6 mil ha, em Dom Aquino; e a fazenda Floresta, com sete mil ha, em Campo Verde. Também constam as concessionárias Pinesso em Sinop, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Campo Verde e Primavera do Leste.



A Conforme matéria do Valor Econômico, a família Pinesso detém 12 fazendas em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Piauí. A área cultivada é de 110 mil hectares, divididos entre soja, milho, algodão e sorgo. O faturamento anual da empresa chega a R$ 550 milhões.

O deferimento da recuperação judicial será divulgado em 10 dias e a empresa tem 60 dias, a contar do dia 6 de julho, para apresentar um plano de ações previstas para a recuperação do grupo.

.


1 COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  1. Boa tarde procuro serviço aí umas desta fazenda em mato grosso sou tratorista agrícola colho planto passo veneno tenho carteira "D" meu nome é Edivaldo sou da cidade de Peabiru PR

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE