PUBLICIDADE

Economia - Página 611

Governo lança Plano Agrícola e Pecuário 2014/2015

Governo lança Plano Agrícola e Pecuário 2014/2015

Ao lançar, na manhã de hoje (19), o Plano Agrícola e Pecuário 2014/2015, a presidenta Dilma Rousseff vai anunciar o valor dos recursos que serão disponibilizados em crédito aos produtores rurais. Além do crédito, o plano vai apresentar as medidas de política agrícola planejadas pelo governo para a próxima safra.

Demanda do consumidor por crédito sobe 1,3% em abril, aponta Serasa

Demanda do consumidor por crédito sobe 1,3% em abril, aponta Serasa

O número de pessoas que procurou crédito no mês de abril foi 1,3% maior que no mês de março. Os dados foram divulgados hoje (16) pela empresa de consultoria Serasa Experian. Em relação a abril do ano passado, que teve menos dias úteis (22 contra 20), a demanda do consumidor caiu 11%. No acumulado dos primeiros quatro meses deste ano, a busca por crédito apresentou queda de 5,3% ante o mesmo período de 2013.

Produção do pré-sal bate novo recorde

Produção do pré-sal bate novo recorde

A produção de petróleo nos campos da Petrobras, na camada pré-sal, nas Bacias de Santos e de Campos alcançou novo recorde diário, ao superar os 470 mil barris de petróleo por dia (bpd) até 11 de maio. A Petrobras informou ainda que o número foi atingido com a produção de 24 poços,  sendo nove da Bacia de Santos.

Alimentos voltam a subir com menos intensidade e ajudam a conter inflação

Alimentos voltam a subir com menos intensidade e ajudam a conter inflação

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S), medido pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV), atingiu alta de 0,78% na segunda prévia de maio. Na verificação anterior, o índice variou. No total, três dos oito grupos pesquisados apresentaram decréscimos – como o alimentação (de 1,31%  para 1,05%). Entre os itens alimentícios que mais vêm perdendo ritmo no aumento de preços estão os legumes que ficaram 2,35% mais caros. Na apuração anterior, a variação chegou a 3,64%.

Taxas sobem e cartão de crédito cobra 232% de juros ao ano

Taxas sobem e cartão de crédito cobra 232% de juros ao ano

As taxas de juros voltaram a subir em abril, segundo a pesquisa da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade. Os juros médios cobrados da pessoa física, medidos a partir dos valores cobrados em seis linhas de crédito, aumentaram 0,1 ponto percentual em abril, na comparação com março, ficando em 5,96% ao mês. Nos primeiros quatro meses do ano, a média dos juros para pessoa física subiu 2,26 pontos percentuais.

Vendas no varejo recuam 0,5% em março, mostra IBGE

Vendas no varejo recuam 0,5% em março, mostra IBGE

As vendas do comércio varejista brasileiro recuaram 0,5% em março, em relação ao mês anterior, considerados os ajustes sazonais, divulgou nesta quinta-feira (15) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Nessa mesma base de comparação, a receita nominal do setor cresceu 0,5%.

Bovespa opera em baixa, após alta de quase 1% no dia anterior

Bovespa opera em baixa, após alta de quase 1% no dia anterior

A Bolsa de Valores de São Paulo (BM&F Bovespa) opera em baixa nesta quinta-feira (15), mas ainda segue acima do nível de 54 mil pontos, após alta de quase 1% no dia anterior.Às 10h27 o Ibovespa, principal índice da bolsa paulista, caía 0,54%, a 54.120 pontos. 

TCU decide investigar compra e venda de ativos pela Petrobras

TCU decide investigar compra e venda de ativos pela Petrobras

O plenário do Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou nesta quarta-feira (14) a abertura de investigação sobre a compra e venda de ativos (bens) pela Petrobras nos últimos anos. A decisão da corte ocorre em meio às denúncias de irregularidades envolvendo investimentos feitos pela empresa, entre eles a compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos.

Área de extração de madeira encolhe até 5% ao ano

Área de extração de madeira encolhe até 5% ao ano

.autor { font-size: 12px; border: 1px solid #D1D1D1; border-radius: 5px; padding: 3px; width: 190px; background-color: #ECECEC; }     Diego Frederici - Da Redação   Com diversas aplicações no mercado, a madeira nativa é um tipo de matéria-prima cuja extração e comercialização se difere de outras commodities, tendo em vista sua relação com fatores ambientais e sociais, sobretudo de comunidades que dependem desse bem para sua sobrevivência. Por isso, contém regras específicas.