PUBLICIDADE

Economia - Página 482

Brasil precisa importar 200 mil toneladas de feijão, diz ministro

Brasil precisa importar 200 mil toneladas de feijão, diz ministro

Com a redução a zero da alíquota de importação do feijão, o governo federal pretende importar 200 mil toneladas até o final de outubro, segundo o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Antônio Andrade. O feijão-branco não está incluído na lista.

Sinop lidera geração de empregos em MT

Sinop lidera geração de empregos em MT

As indústrias e empresas instaladas em Sinop (501 km de Cuiabá) contrataram 420 funcionários a mais, em maio, quando comparado ao mês anterior, conforme apontam dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Para combater inflação, governo zera imposto de importação de feijão

Para ajudar a combater a inflação, o governo decidiu reduzir de 10% para zero o imposto de importação do feijão, conforme comunicado divulgado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Apenas o feijão branco não está incluído na redução da alíquota de importação.

Mega-Sena acumula e prêmio pode chegar a R$ 29,5 mi

    Nenhuma aposta acertou as seis dezenas do concurso 1.505 da Mega-Sena, realizado neste sábado (22) em São João da Barra (RJ). O prêmio acumulou e a estimativa é de que seja de R$ 29,5 milhões, segundo a Caixa. O próximo sorteio ocorre na quarta-feira, 26 de junho.

Protestos geram prejuízo de R$ 700 milhões ao comércio

Protestos geram prejuízo de R$ 700 milhões ao comércio

Os recentes protestos realizados no País geraram um prejuízo de R$ 700 milhões só com o fechamento antecipado do comércio, de acordo com estimativa do professor de varejo da FGV (Fundação Getulio Vargas), Daniel Plá.

Cresce financiamento e expectativa de supersafra

Cresce financiamento e expectativa de supersafra

O Plano Agrícola e Pecuário (PAP) 2013/14 anunciado neste mês de junho pela presidente Dilma Rousseff e pelo ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Andrade, libera R$136 bilhões para a próxima safra, sendo R$97,6 bilhões para financiamento de custeio e comercialização e R$38,4 bilhões para programas de investimento.