PUBLICIDADE

Declaração do Imposto de Renda é usada como isca por criminosos na internet

.autor { font-size: 12px; border: 1px solid #D1D1D1; border-radius: 5px; padding: 3px; width: 120px; background-color: #ECECEC; }          Da Redação    Foto: Mary Juruna   Com a proximidade do período para a entrega da declaração do Imposto de Renda, criminosos cibernéticos estão enviando falsos e-mails em nome da Receita Federal para tentar enganar os usuários de computador, com a finalidade de roubar dados bancários e de cartões de crédito.

26/02/2014 19h02 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

 
O novo ataque teve início ao mesmo tempo em que o Diário Oficial da União publicou a Instrução Normativa, que estabelece as regras para a entrega da declaração do IR ano base 2013.
 
“Prontos para fisgar os mais desatentos e desavisados, os criminosos estão enviando emails com a informação de que  a Receita Federal fez análises no CPF do cidadão entre os períodos de 2012 e 2013 e encontrou irregularidades.  O email contém um link para que o internauta verifique suas pendências junto à Receita Federal”, conta Marco Rodrigues, da Štíty Tecnologia, distribuidora das soluções AVAST no Brasil.
 
Rodrigues lembra ainda, que é importante que o usuário não acredite em todos estes tipos de e-mail que recebe e que mantenham seus sistemas de antivírus sempre atualizados.
 
Programa
 
A Receita Federal liberou na manhã desta quarta-feira (26), o Programa Gerador de Declarações (PGD) do Imposto de Renda 2014 (ano-base 2013) para dispositivos fixos. 
 
Ao baixar o recurso pelo site do Fisco, o contribuinte já pode conhecer as novas funcionalidades do programa.
 
O aplicativo do IR 2014 para tablets e smartphones (m-PGD) só estará disponível no dia 6 de março – início da entrega das declarações. O uso de disquetes está abolido a partir deste ano. O prazo final para a entrega é 30 de abril, com multa prevista de R$ 165,74 para o contribuinte que perder a data. (informações assessoria)
 
.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE