PUBLICIDADE
DIESEL

Petrobras diz que preço do diesel ficará acima da paridade internacional

Importadores de óleo diesel afirmam que vão recuar neste momento de congelamento de preços do combustível pela estatal

15/04/2019 08h23 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Questionada sobre possíveis prejuízos com o congelamento do preço do óleo diesel, a Petrobras, por meio de sua assessoria de imprensa, afirmou que “reafirma a manutenção do alinhamento do preço do diesel ao mercado internacional, com o preço médio em 2019 acima do preço de paridade internacional”.

Na última quinta-feira, a empresa anunciou que havia desistido de reajustar o diesel em 5,7%. Em nota, por meio de sua assessoria de imprensa, disse que o presidente da República, Jair Bolsonaro, ligou para o presidente da companhia, Roberto Castello Branco, “alertando sobre os riscos do aumento do preço do diesel” divulgado pela Petrobras. Na nota, o executivo afirmou ainda ter considerado “legítima a preocupação do presidente”.

Já os importadores de óleo diesel vão recuar neste momento de congelamento de preços do combustível pela Petrobras. Presidente da Abicom, que representa o segmento, Sérgio Araújo diz que as empresas associadas da entidade cancelaram as importações para evitar prejuízo médio de R$ 0,14 em cada litro trazido do exterior. Essa é a diferença do valor do combustível nas principais bolsas de negociação no mercado internacional e o quanto é cobrado pela Petrobras em suas refinarias, segundo a entidade.

.

FONTE: Exame

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE