PUBLICIDADE
AINDA SUPERVALORIZADO

Dólar mantém tendência de queda cotado a R$ 4,1360

Mesmo com queda do déficit primário, de quase R$ 7 bilhões, resultados para a economia do país não são tão animadores assim

13/09/2018 12h27 | Atualizada em 13/09/2018 12h34

A moeda norte-americana abriu o pregão de hoje (13) em baixa de 0,23%, cotada a R$ 4,1360 para venda. O dólar mantém a tendência de queda, após ultrapassar a barreira dos R$ 4,15 no começo da semana.

O Banco Central mantém a política tradicional de oferta de swaps cambial, sem anunciar leilões extraordinários para venda futura da moeda.

O Ibovespa, índice da B3, iniciou o dia em alta de 0,26% às 10h10, com 75.295 pontos.

Dívida pública

Instituições financeiras consultadas pelo Ministério da Fazenda reduziram a previsão para o resultado negativo das contas públicas neste ano. Ainda assim, a estimativa do déficit primário do Governo Central, formado por Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central, passou de R$ 148,171 bilhões para R$ 141,038 bilhões. A estimativa segue abaixo da meta de déficit perseguida pelo governo, de R$ 159 bilhões. O resultado primário é formado por receitas menos despesas, sem considerar os gastos com juros.

Os dados constam da pesquisa Prisma Fiscal, elaborada pela Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda, com base em informações do mercado financeiro.

Para 2019, a estimativa das instituições financeiras é déficit de R$ 123,808 bilhões, contra R$ 123,288 bilhões previstos em agosto.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE