PUBLICIDADE
FIQUE ATENTO!

IRPF 2018: fui demitido, como faço minha declaração?

O que determina quem deve ou não declarar são os rendimentos tributáveis e isentos obtidos naquele exercício

16/04/2018 07h58 | Atualizada em 16/04/2018 08h06

IRPF 2018: fui demitido, como faço minha declaração?

Veja

O contribuinte, empregado ou não, tem as mesmas obrigações e isenções na hora de apresentar a declaração do Imposto de Renda para a Receita Federal. O que determina quem deve ou não declarar são os rendimentos tributáveis e isentos obtidos naquele exercício, o valor dos bens, entre outras regras de enquadramento.

São obrigados a declarar todos os contribuintes que tiveram renda tributável superior a R$ 28.559,70 em 2017. Se o desempregado não tiver atingido esse valor, fica livre da declaração por esse critério.

Mas Andrea Nicolini, coordenadora tributária da unidade de negócios da Sage Brasil, diz que o desempregado pode ser obrigado a declarar caso tenha recebido rendimentos isentos acima de 40 mil reais. Esse é o caso do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) e o seguro-desemprego, que devem ser declarados como rendimentos isentos de tributação.

Se o desempregado possuir bens e direitos – como imóveis e carros – que superarem 300 mil reais ele também fica obrigado a apresentar a declaração. Os bens devem sempre ser declarados pelo valor de aquisição.

“Não tem diferença ter sido demitido ou não na hora de fazer a declaração. O importante é saber se o contribuinte se enquadra nas exigências da declaração”, afirma a especialista.

FONTE: Veja

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE