Sábado, 27 de Maio de 2017
OPERAÇÃO CARNE FRACA

Coreia do Sul barra temporariamente importação de frango da BRF

egundo a agência Reuters, mais de 80% das 107.400 toneladas importadas pelo país asiático em 2016 vieram do Brasil

Coreia do Sul barra temporariamente importação de frango da BRF
 

Foto Reprodução

DA FOLHAPRESS

O governo da Coreia do Sul anunciou nesta segunda (20) que vai aumentar a fiscalização de carne de frango importada do Brasil e suspender temporariamente as vendas de produtos da BRF. As medidas ocorrem após a Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, deflagrada na sexta-feira (17), que investiga um esquema de corrupção na fiscalização de frigoríficos no Brasil.

No anúncio, o Ministério da Agricultura sul-coreano informou que fornecedores brasileiros de carne de frango terão que enviar um certificado de saúde emitido pelo governo brasileiro.

O Brasil é o maior fornecedor de carne de frango para a Coreia do Sul. Segundo a agência Reuters, mais de 80% das 107.400 toneladas importadas pelo país asiático em 2016 vieram do Brasil. Quase metade disso foi vendida pela BRF, uma das empresas investigadas na Operação Carne Fraca. A BRF nega irregularidades.

UNIÃO EUROPEIA

Neste fim de semana, a União Europeia pediu que o governo brasileiro responda com urgência o pedido de esclarecimentos sobre a Operação Carne Fraca.

Na segunda-feira (20), autoridades europeias devem debater a eventual necessidade de restringir a importação de carne do Brasil. Hoje, a UE compra carne bovina e de frango do país (a entrada de carne suína é bloqueada).

COMENTAR