Quinta-Feira, 27 de Abril de 2017
A CASA DO PARQUE

Hendson Santana homenageia astro pop em Canta Michael

O cantor cuiabano apresentará um repertório inteiro dedicado ao Rei do Pop, Michael Jackson, dia 8 de dezembro, às 21h30, em A Casa do Parque

Hendson Santana homenageia astro pop em Canta Michael
 

Quando o público começou a pedir cada vez mais ‘CANTA MICHAEL’, durante as apresentações do cantor cuiabano, caiu a ficha. Assim Hendson Santana resolveu prestar homenagem à Michael Jackson. Um repertório inteiro dedicado ao Rei do Pop, mas com interpretações feitas de maneira singela e autoral. Músicas como Human Nature, Ben e I´ll Be There, até mesmo as mais dançantes como Thriller, Billie Jean e Beat It terão um toque pessoal na CASA DO PARQUE, desta vez, com um acústico acompanhado pelo violão de Igor Carvalho e do pianista Igor Mariano. Será na quinta feira, 08 de dezembro, às 21h30.

Para mais informações está disponível os telefones 65 3365-4789 e 9 8116-8083. 

PARÁGRAFO DO CERRADO

Neste final de semana iniciou-se um  blog com a escrita de profissionais das artes buscando contextualizar as produções cênicas de Mato Grosso. Um núcleo de crítica teatral, performance e mais adiante de outros segmentos culturais e artísticos da região como audiovisual e instalações. Num lugar onde muitas mostras, festivais e obras produzidas ganham apenas o bate papo após a apresentação como feedback, essa conquista é de grande valia.

Mato Grosso, como confirmou o artista e diretor Luiz Carlos Ribeiro, foi um dos primeiros Estados do Brasil a ter uma crítica teatral no passado, esta conquista atual é assim, um ótimo retorno.

A Direção, como todos na equipe técnica de uma peça, de um filme ou de uma performance precisa desse feedback, desse olhar minucioso e suas ponderações. Como a escrita deste caderno de cultura o que buscamos não é nenhuma ideia de correção, mas o considerar do que nos permitiu algumas observações. A maturidade de um coletivo artístico acontece principalmente quando aprendemos a lidar com estes estudos contextuais.

Vale ressaltar que o impulso deste blog, o trampolim que lançou este grupo de escritores para o apreço na comunicação artística  foi uma oficina no SESC ARSENAL com BETH NÉSPOLI, crítica do Teatro Jornal. E quem são eles? Parágrafo Cerrado- Núcleo de Produção Crítica é composto por Juliana Capilé, Thereza Helena, Tatiana Horevicht, Marianna Marinon e Leandro Brito.

Entre no link e confira algumas críticas de obras que estão acontecendo atualmente em Mato Grosso. O Festival Zé Bolo Flô 2016 com seus mais variados espetáculos será o próximo campo de observação. https://paragrafocerrado.wordpress.com/


Mostra de Curtas mato-grossenses

A produção audiovisual em Mato Grosso, esse corajoso ato de resistência, segue diversificada e em busca de visibilidade. É fascinante como temos as mais diferentes abordagens e interesses em conteúdo.

Como numa relação sócio cultural os criadores alteram seus projetos, às vezes respondendo à demanda do eixo Rio São Paulo e noutros se interessam mais pelo público local, a capacidade de gerar questões de Mato Grosso com profissionais locais e colaborações com músicos e atores próximos. Assim, documentários, ficções, vídeos performance e vídeo arte de realizadores de diversas gerações e cinematografias foram selecionados para um panorama da produção audiovisual do Estado.

A latitude15º Mostra de Curtas mato-grossenses será na segunda, 12 de dezembro, às 19h e  terça feira, 13 de dezembro, às 20h no Centro Cultural da UFMT.

Com entrada franca esta é uma das melhores maneiras de incentivar os seus filhos na criação cinematográfica em Mato Grosso. Realização Cineclube Coxiponés / Pró-Reitoria de Cultura, Extensão e Vivência da UFMT. Super indico! Entrada franca. Mais informações entre em contato pelo telefone 65 3615 8377

PROGRAMAÇÃO

Saringagá - Marcio Moreira

Cor-Age - Gracielle Santos

Xavante -  Memória, Cultura e Resistência  - Gilson Costa

Meu Rio Vermelho - Rafael Irineu

Licor de Pequi - Maria Thereza Azevedo

Rondon,  Silêncio Orgânico de Flores - Luiz Marchetti

Sua Vida é Você quem faz - João Bertoli

Composto – Severino Neto

Risos na madrugada - Felippy Damian e Valdecy Azambuja

Manoel Chiquitano Brasileiro - Aluízio de Azevedo e Glória Albues

3 Tipos de Medo - Bruno Bini

Paraizoo – Amauri Tangará

Olhos, espelhos luz - Direção Coletiva (Núcleo de Cinema de Cuiabá)

Aline - Carolina Araujo

Free the nipples - Carol Marimonn

Exposto - João Fincatto

Kalpa - Juliana Segovia

 

Luiz

Luiz Marchetti

Luiz Marchetti é cineasta cuiabano, mestre em design em arte midia, atuante na cultura de Mato Grosso e é careca.

COMENTAR