PUBLICIDADE
ACESSO A TODOS

UFMT lança plataforma virtual de Cultura e Vivência para amenizar isolamento

Além do vasto conteúdo já disponível, a plataforma será alimentada com novos materiais em breve e pode ser acessada por qualquer dispositivo digital

05/04/2020 07h00 | Atualizada em 05/04/2020 08h00

UFMT lança plataforma virtual de Cultura e Vivência para amenizar isolamento

Reprodução/Internet

Em mais uma ação para amenizar o isolamento social e auxiliar no enfrentamento da Covid-19, a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), por meio da Pró-reitoria de Cultura, Extensão e Vivência (Procev), disponibilizou nesta sexta-feira (03) uma plataforma virtual que permitirá a toda a sociedade acesso à produção feita pela Universidade. Além do vasto conteúdo já disponível, a plataforma será alimentada com novos materiais em breve e pode ser acessada por qualquer dispositivo digital - computador, tablet e smartphone.



Thânia Arruda, coordenadora de Cultura e Vivência da UFMT, conta que esta era uma ideia antiga da equipe que está sendo concretizada neste momento. “A plataforma virtual foi pensada para englobar todo o conteúdo produzido pelos equipamentos culturais da UFMT, como o Coral, a Orquestra Sinfônica, o Cineclube Coxiponés, o Teatro Universitário, o Museu de Arte e de Cultura Popular e o Ateliê Livre, principalmente as produções das temporadas culturais e artísticas de 2018 e 2019. Estamos criando estratégias para disponibilizar os conteúdos novos que conseguirmos produzir neste estado de isolamento social”, afirma, acrescentando que as novidades serão disponibilizadas nas próximas semanas. “Vamos relacionar os links e conteúdos de outros projetos que tenham essa interface na cultura, no esporte, na vivência e na cidadania”, aponta.

Responsável pelo desenvolvimento da plataforma, o designer gráfico e gerente de projetos culturais, Maurício Mota, explica que a plataforma dará acesso aos conteúdos de acervo, além de uma página de contato com as redes sociais dos equipamentos culturais da UFMT. “Este portal compila e agrega todo o material já produzido e que estava espalhado e agora estão organizados de maneira lógica e fácil para que toda comunidade tenha acesso ao conteúdo, que pode ser atualizado rapidamente”, completa.

“A plataforma irá se transformar em um instrumento de trabalho muito interessante neste momento tão difícil que estamos vivendo. A gente sempre comenta que é através da arte que nos mantemos vivos. A gente pretende comprovar isso na prática criando e disponibilizando conteúdo para que todo mundo possa passar por esse momento difícil bem-acompanhado”, finaliza Thânia Arruda.



FONTE: UFMT



Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE