PUBLICIDADE
PRÁTICAS DE CURA

Mostra de Cultura tem seminários, intercâmbios e apresentações regionais em Poconé

A programação acontece no Sesc Poconé e nos Quintais de moradores com entrada gratuita.

12/09/2019 13h40 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Mostra de Cultura tem seminários, intercâmbios e apresentações regionais em Poconé

Divulgação

A 1ª Mostra de Cultura Popular que acontece nos dias 12, 13 e 14 de setembro em Poconé, traz seminários, intercâmbios e apresentações culturais a partir do tema “Práticas de cura”. A programação acontece no Sesc Poconé e nos Quintais de moradores com entrada gratuita.



“O evento dá lugar a Mostra de Siriri e quadrilhas, realizado ao longo de 10 anos. A partir dele, diversos grupos foram formados e são eles o centro deste novo formato. Os artistas serão ouvidos e vão compartilhar seus saberes e toda a riqueza da cultura tradicional, que guarda grandes talentos”, diz a analista de Cultura do Sesc Poconé, Poliana Queiroz.

Nesta quinta-feira (12/9), a partir das 15h, começa a vivência “Coreografia raiz x coreografia Nutella”, com grupos de Siriri de Poconé e São Pedro de Joselândia, no Salão Social do Sesc Poconé. À noite, o Quintal da Dona Apolônia recebe o grupo Reza Cantada do Pantanal, Ribeirinho Bacharel e Grupo de São Pedro de Joselândia a partir das 19h.

Na sexta-feira (13/9) a programação tem início às 9h com a Dança de São Gonçalo e o Chá com Pão, no Bosque do Sesc Poconé. A mesa-redonda “Das infinitas maneiras de curar-se”, conduzida pelo Frei Cristiano, Dona Severina e Nezinho será mediada pela professora doutora Patrícia Osório Silva, às 10h, no hall da lanchonete do Sesc Poconé.



O seminário “Porque valorizar a memória social em tempos atuais” começa às 15h, no Cinema do Sesc e vai ter a participação de Dito Pinto, João Benedito e Mestre Bule Bule, com mediação também da professora Patrícia. O dia termina no Quintal da Dona Leila, às 19h, com o show do mestre Bule Bule e Cururueiros de Poconé.

O chá com bolo às 8h, no Bosque do Sesc Poconé abre o último dia da Mostra, no sábado (17/9). A partir das 10h, começa a “A sonoridade da viola de cocho”, no Salão Social do Sesc, em que Cururueiros de Poconé e Orquestra Jovem do Sesc Pantanal se encontram para falar sobre o instrumento, típico do pantanal mato-grossense.

A feira de gastronomia e artesanato começa às 17h, no Bosque e o Revirado Cultural fecha a Mostra às 19h, com a apresentação dos Mascarados de Poconé, Grupo Bate Forte, Nossa Senhora de Chumbo, Balaio de Gato, Arara Azul e Maculelê, no Pátio Coberto do Sesc.

.

FONTE: Assessoria



Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE