PUBLICIDADE
FOTOGRAFIA

Com grande apelo social, 'África Abantu' aporta na Casa do Parque dia 19 de fevereiro

Assinada pela fotógrafa de Sinop, Celita Schneider, a exposição terá 100% da renda destinada a projetos sociais desenvolvidos em países da África

Sandra Carvalho

Acesse o Blog

15/02/2019 08h47 | Atualizada em 15/02/2019 09h11

Com grande apelo social, 'África Abantu' aporta na Casa do Parque dia 19 de fevereiro

Celita Schneider

Estreia na Casa do Parque, às 19 horas da próxima terça-feira (19/02), a exposição África Abantu, que significa ‘humano’ no dialeto rukiiga de Mwizi. Assinada pela fotógrafa Celita Schneider, de Sinop (500 km de Cuiabá/MT), a iniciativa busca estabelecer, por meio da fotografia, uma conexão entre as mais contrastantes e diferentes realidades.

“Nossa missão é despertar no público espectador um sentimento de empatia, um ato de reflexão por muitas vidas que estão numa luta diária pela sobrevivência. Um olhar para grupos vulneráveis e muitas vezes esquecidos”, define a autora.

Celita Schneider, em contato com a difícil realidade da África, decidiu usar sua arte em benefício daquela população sofrida, em especial de Uganda e do Quênia. Uma mostra que capta com toda sensibilidade o ser humano que ainda sorri em meio à devastação.

O lucro obtido com a venda das imagens e produtos com elas estampadas será 100% revertido ao projeto homônimo a esta exposição.

“Disponibilizamos o lucro da exposição África Abantu a projetos que já atuam no continente africano, levando mais esperança, desenvolvimento, afeto e dignidade às pessoas. Sabemos que o pouco faz muito, porém sozinhos não chegaremos tão longe quanto podemos ir todos juntos”, pondera a fotógrafa.

Flávia Salem, idealizadora da Casa do Parque, enaltece a iniciativa de Celita Schneider, um dos motivos que a deixou encantada pelo projeto, além das imagens incríveis registradas pela fotógrafa. “São fotos que retratam a dura realidade de povos africanos e que mexem com a sensibilidade das pessoas. Temos orgulho de receber esta exposição na Casa do Parque”, pontua.

Sobre a fotógrafa

Celita Schneider

Celita Schneider iniciou sua profissão de fotógrafa no ano de 2008 após sua volta de um período de cinco meses nos Estados Unidos, sempre com ênfase em pessoas no ano de 2014 esteve no país de Uganda na África.

Naquela oportunidade, como voluntária junto ao Instituto Kareebi, visitou a comunidade de Mwizi, e ali mesmo conheceu uma realidade desprovida de privilégios, porém abundante em carinho, amor e alegria.

Naquele momento percebeu que algo mudou dentro de si, e soube que jamais voltaria a ser a mesma. Essa experiência durou "apenas" três semanas, mas foi intensa o bastante para que Celita retornasse ao Brasil sensibilizada e decidida a criar uma iniciativa capaz de levar recursos e oportunidades a comunidades vulneráveis no continente africano, a começar pela própria Mwizi.

Então, resolveu usar da sua fotografia para vender as imagens em alguns produtos e assim destinar a renda àquelas comunidades.

O Africa Abantu nasceu ali, em Uganda, em 2018 esteve também no Quênia, e daqui pra frente certamente haverá muito mais.

Celita inicia no ano de 2017 com a fotografia artística, voltada para natureza e paisagens do Mato Grosso fazendo assim com que os que tenham contato possam refletir sobre a importância de cada um para o futuro da mãe Terra.

Em 2018 abre as portas do seu estúdio e também do espaço Cabana Lounge onde recebe e promove eventos voltados a cultura, arte e  conhecimento para assim conectar pessoas e carregar o nome de Sinop e Mato Grosso para o mundo.

Serviço:

Exposição fotográfica “África Abantu”

Abertura: 19/02/2019

Horário: 19h

Entrada: Gratuita

Local: A Casa do Parque - Rua Major Severino de Queiroz, 455 - Duque de Caxias II, Cuiabá (MT)

Informações: (65) 3365-4789 / 98116-8083

.

FONTE: Circuito on

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE