PUBLICIDADE
FOLIA E CERVEJA

Oktoberfest trouxe rock e conscientização sobre saúde feminina

Juliana Alves

Jornalista

09/10/2018 08h46 | Atualizada em 09/10/2018 01h58

Oktoberfest trouxe rock e conscientização sobre saúde feminina

Gabriel Philipe Neves

Logo na entrada da Vila Alemã, montada no lado de fora da Arena Pantanal, mulheres se mobilizavam e ofereciam a compra do chope rosa, em homenagem ao Outubro Rosa, mês de prevenção ao câncer de mama. Além dos 10 tipos de chope vendidos na Oktoberfest Louvada, o evento contou com a presença de três bandas de rock, uma delas de Joinville (SC), muita comida e diversão.

A banda ‘Uhul’ é de Joinville (SC) e além de serem descendentes, ainda vivem muito sob influência da cultura alemã. O som deles traz letras que rementem a alegria, a festa e a cerveja, que segundo eles “é muito bom!”.

Thiago Fachini, o Gago, explica que eles cresceram em um universo de cervejarias e frequentando as Oktoberfest da região em que mora. “A gente acabou levando isso pra música. Falamos o que a gente gosta que é a música, alegria e a cerveja”, explicou.

Banda 'Uhul' de Joinville (SC)
Banda 'Uhul' de Joinville (SC)

Thomson Schuelter, mais conhecido como Thom, explica que além do calor a Oktoberfest de Blumenau tem muitas cervejarias envolvidas, o evento é realizado pela comunidade e geralmente tem um cunho social.

“Lá em Blumenau, por exemplo, começou depois de uma grande enchente em 1985 e foi feita para recuperar a cidade. Mas também é sobre alegrar as pessoas, celebrar a alegria em conjunto, é disso que se trata a festa em outubro”.

Thiago completa que a diferença da Oktoberfest no Brasil e na Alemanha é que no outro lado do mundo é inverno e eles celebram a colheita dos alimentos, por aqui se celebra o plantio.

Mas ambos concordam sentir muito carinho ao tocar em terras mato-grossenses. “É a nossa segunda vez aqui e a recepção é tão calorosa quanto os nossos shows lá no sul”, diz Thiago.

Além da banda ‘Uhul’, tocaram também a banda Fábrica e Heróis de Brinquedo, já conhecidas na baixada cuiabana.  A primeira delas relatou que é sempre bom ter o privilégio de tocar na Oktoberfest e que o som deles combina com o evento, já que são bem ecléticos em seu repertório.

A banda Heróis de Brinquedo já tem 13 anos de carreira e comemora participar de um evento que traz à Mato Grosso a cultura alemã.  “A gente se sente muito gratificado. A proposta dos Heróis de Brinquedo sempre foi tocar onde foi possível”, declara um dos integrantes.

Eles apontam que o contato com outras culturas, principalmente as distantes, agregam valor e é significativo.  “Outras culturas inseridas no nosso meio é sempre bem vinda”, declara.

 

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE