PUBLICIDADE
MAIO DAS NOIVAS

A realização de um sonho: Quanto custa casar em Cuiabá?

Conversamos com uma profissional do ramo e alguns noivos para saber o quanto se gasta para realizar o sonho de subir ao altar de noiva

José Lucas Salvani

Jornalista

17/05/2018 08h00 | Atualizada em 17/05/2018 16h35 1 comentario

A realização de um sonho: Quanto custa casar em Cuiabá?

Reprodução

Poder oficializar a união com o amado ou amada em frente a amigos e familiares é desejo quase comum e um verdadeiro sonho para muita gente. Alguns optam por uma grande festa, proporcionando a si mesmos tudo aquilo que eles acreditam contribuir para o ideal de casamento dos sonhos, já outros optam por algo bem modesto, mas com um sentimento tão verdadeiro quanto.

A cerimonialista Rosa Carrion, em entrevista ao Circuito Mato Grosso, conta que o casamento mais caro já realizado em seus mais de 10 anos no ramo chegou a R$ 500 mil, enquanto o mais barato foi de R$ 60 mil. Apesar do preço astronômico, Rosa afirma que é preciso por volta de R$ 80 mil para realizar um bom casamento, considerando um número entre 50 e 200 convidados.

Ela explica que os mínimos detalhes, como lembrancinhas para os padrinhos, são o que mais encarecem um casamento. Segundo ela, já houve um casal que tinha o plano inicial de gastar R$ 200 mil, mas, no final, o casamento chegou aos R$ 300 mil. Todo o glamour e a vontade de realizar o casamento dos sonhos também fazam com que a cerimônia chegue a grandes valores.

O jornal conversou com Ana*, que estará se casando em novembro, e, segundo os valores passados por ela, a cerimônia toda deve chegar a cerca de R$ 120 mil. O valor ainda não é exato porque alguns elementos não foram fechados, como o terno do noivo.

Com 300 convidados, o casório, entretanto, tem tudo o que se deve ter para ser um casamento dos sonhos, incluindo, por exemplo, o dia da noiva, com spa, massagem, depilação, banho de lua, lanchinhos e outros mimos para a noiva. Dentre os gastos, o maior valor é o do espaço para as festas, fechado em R$ 60 mil, incluindo o buffet.

A decoração e a banda também ficam no pódio dos maiores gastos. Só a decoração está avaliada no valor de R$ 25 mil, enquanto a banda chega a R$ 12 mil. O vestido da noiva, que foi alugado, foi fechado no valor de R$ 7,5 mil. Os menores gastos ficaram por conta do terno do noivo e documentação do casamento, nos valores de R$ 2 mil (previsto) e R$ 400, respectivamente.

João e Maria

Quem também se casa com altos gastos é o casal João e Maria. Conhecidos por vender doces nas avenidas e ruas de Cuiabá, o casal ganhou repercussão na imprensa local e, por conta disso, ganhou todo o casamento. Os primeiros ganhos foram o cerimonial, fotógrafo, DJ e iluminação, desencadeando depois o restante para poder realizar a cerimônia do casal.

Casamento em Cuiabá tem custo médio de R$60 mil

Com tudo incluso, hoje, o casamento dos dois é avaliado em R$ 130 mil, porém a ideia inicial, segundo João, era fazer uma cerimônia de até R$ 5 mil, sendo algo bem simplório, sem uma grande festa para comemorar a oficialização da união dos dois. “A gente iria usar o espaço da capela, não ia ter janta, nem nada. A gente ia servir salgadinho e suco, e mais nada”, explica João em entrevista ao jornal.

O noivo explica que, desde o começo, a casa própria era a grande prioridade do casal. É por este motivo que mesmo com o casamento ganho, João Paulo França Dias e Maria Rafaela Silva dos Santos, ou simplesmente João e Maria, ainda estão na Avenida Mato Grosso vendendo seus doces e água.

Alternativas

Há alguns espaços que oferecem um bom casamento por valores mais modestos se comparados aos valores mostrados até aqui. Encontramos um local que oferece pacote completo, incluindo buffet, DJ, iluminação, pista de dança, decoração e muito mais, no valor de R$ 42.650 para 250 convidados e R$ 38.750 para 200 convidados. Ainda é possível optar por um pacote mais barato que não inclui decoração, cerimonial, DJ e pista de dança no valor de R$ 29.200 para 250 convidados e R$ 26.500 para 200. Claro, com vestimentas e documentação, os valores aumentam.

Casamento Social

Uma opção para aqueles com baixa renda são os casamentos sociais. No dia 16 de junho, entre as 9h e 17h, acontece um, promovido pela Associação dos Notários e Registradores do Estado de Mato Grosso (Anoreg-MT), em parceria com a Rede de Responsabilidade Social (Rares), em todas as cidades mato-grossenses com cartórios participantes. A iniciativa faz parte do projeto "Cartório Amigo - Ações para um futuro melhor” e contará com 242 casais somente em Cuiabá.

Aqueles casais que são beneficiários de programas sociais do governo federal e recebem até dois salários mínimos ou apresentaram outros requisitos que demonstrem não ter condições financeiras, tiveram a isenção nos documentos de habilitação do casamento. Os demais precisaram pagar o valor mínimo de R$ 300; o valor de cada documento varia porque depende, exclusivamente, do tipo de união escolhida pelo casal, podendo ser comunhão universal, comunhão parcial ou separação de bens.

*Ana, a noiva, pediu para ter o seu nome alterado para preservar a sua identidade.

1 COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  1. Nice post! This site has many informative posts. Essay Writing Service

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE