PUBLICIDADE
EXPLORE MT

Projeto divulga belezas inexploradas do interior de Mato Grosso

'Por que viajar o mundo se em Mato Grosso há um continente a ser explorado?' foi a pergunta que deu o início do projeto

Camilla Zeni

Jornalista

13/05/2018 07h30 | Atualizada em 14/05/2018 07h57

Céu azul, brilho intenso do sol, uma trilha. Minutos de caminhada e uma recompensa: uma linda cachoeira formada pela queda d’água. O cenário, que nos remete a um dia refrescante e repleto de aventuras, é apenas uma das cenas do Explore MT, divulgado nesta semana. O projeto, idealizado pelo vereador de Cuiabá, Felipe Wellaton, busca explorar as belezas de Mato Grosso e apresentar as riquezas do estado aos que as desconhecem.

Por que viajar o mundo se em Mato Grosso há um continente a ser explorado?, se questionou Wellaton. A vontade de descobrir o próprio estado, compartilhar suas belezas de fauna, bioma e história, fez com que ele tirasse a bota do armário e saísse para explorar.

“Era preciso sentir, respirar, viver essa imensidão. Ir ao encontro do Pantanal, do cerrado, da Amazônia, a maior biodiversidade do planeta”, narrou. Em janeiro desde ano, então, Wellaton decidiu colocar a ideia em prática, viajando mais de cinco mil quilômetros em Mato Grosso, coletando imagens, experiências e histórias.

Foto: Explore MT. Projeto busca desbravar as belezas do estado

Assim nasceu o projeto Explore MT, lançado no dia 9 de maio, em comemoração aos 270 anos de Mato Grosso. De Cuiabá, Wellaton foi à Cáceres, onde teve contato com o pantanal. Depois, seguiu para Vila Bela da Santíssima Trindade, local histórico e onde se encontra belíssimas paisagens. O terceiro destino foi o município de Nova Lacerda, seguido por Campo Novo do Parecis, onde o explorador teve a oportunidade de ter contato com as aldeias indígenas Wazare, Quatro Cachoeiras e Utiariti.

Aldeias indígena Wazare

Também inclusa no roteiro, Wellaton conheceu parte da Amazônia em São José do Rio Claro, de onde partiu para Alta Floresta, seguido por Peixoto de Azevedo. O Xingu também fez parte do cenário, onde ele cruzou para chegar ao Araguaia e, por fim, conhecer Nova Xavantina e Barra do Garças.

O trajeto e cada nova experiência foram imortalizados em imagens. Ao todo, foram mais de 60 horas de gravação, que são disponibilizadas em formato de vários vídeos menores. Com isso, Wellaton também espera apresentar a beleza do estado aos residentes e chamar a atenção para o turismo.

O primeiro vídeo de apresentação já foi divulgado. Futuramente, o Explore MT vai conhecer outras cidades, como Poconé, Nobres, Jaciara e Chapada dos Guimarães. Afinal, ainda há muita beleza para se descobrir e história para contar em Mato Grosso.

Confira o resultado do trabalho abaixo.

FONTE: Assessoria

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE