PUBLICIDADE
ARTES CÊNICAS

A história do Beco do Candeeiro será encenada no teatro

O espetáculo será apresentado neste fim de semana e relembra os 20 anos da chacina e outros episódios marcantes e pouco conhecidos

Da Redação

Equipe

31/01/2018 16h01 | Atualizada em 31/01/2018 16h11

A história do Beco do Candeeiro será encenada no teatro

Juliana Arini

As histórias da primeira rua de Cuiabá, marcada por tragédias e pelo ciclo do ouro, o Beco do Candeeiro, viram peça de teatro no Espaço Incasa e será apresentada nos dias 03 e 04 de fevereiro. O acontecimento que mais marcou o Beco do Candeeiro foi a chacina de três adolescentes, que completa 20 anos em 10 de julho, e será contada junto de outros acontecimentos que assinalam o lugar. Serão duas sessões por dia, ás 19h e ás 20h30.

O espetáculo “Beco do Candeeiro” é o 12º trabalho do Incasa e leva o texto de André D`Lucca, com colaboração e atuação de Wagton Douglas, que juntos também assinam a direção com Eloá Pimenta.

No elenco estão os atores Gabriela Rodrigues, Laura Alencar, Rosana Monteiro, Ryancarlos de Oliveira e Wagton Douglas. Eles se revezam para fazer os personagens da trama que envolve narradores, assassinos, carrascos, comerciantes, guias turísticos, os meninos assassinados, as mães deles e também o júri, porque houve um julgamento e um dos acusados foi inocentado por falta de provas.

“O espetáculo tem sido um interessante desafio para mim. Apesar da carga do tema, o convívio com os colegas, o aprendizado do teatro, o tempo partilhado e especialmente a diversão, que é observar o André nos ensinando, acrescentam leveza aos ensaios”, conta Rosana Monteiro, novata no Incasa.

Para ela, o espetáculo mais do que retrata e relembra a chacina na Rua 27 de Dezembro, revela o preconceito, a falta de compaixão e a empatia que permeia na sociedade, o descaso das autoridades e a violência que as pessoas de rua estão sujeitas diariamente, não apenas em Cuiabá, mas em todo o país.

O principal desafio tanto para Rosana como para Laura e Gabriela, que são alunas novas do Espaço Incasa, foi construir um personagem diferente a cada cena e logo de cara transmitir a verdade nua e crua da violência, quase como sentir na pele.

Até o mais experiente dentre eles, Wagton Douglas, encontrou este mesmo desafio da alternância de personagens a cada episódio. E, com 11 anos, Ryancarlos já mostra experiência no teatro e apresenta três personagens na peça.

“Se você fizer uma pesquisa sobre essa rua só encontrará tragédias. Quase toda semana acontecem atos criminosos no local, seja tráfico, assassinato ou assalto. E desde o início, na época da colonização já aconteciam tragédias no Beco do Candeeiro. Dentre tantos, tem o caso de um comerciante que esfaqueou o próprio pai e a gente conta sobre isso no espetáculo”, diz D`Lucca, ator e idealizador do Espaço Incasa.

A peça tem duração de 50 minutos e censura livre. Os ingressos já estão á venda no valor de R$ 40 e R$ 20, meia entrada. O espetáculo acontece no Espaço Incasa, localizado na rua da Violetas, 130, bairro Jardim Cuiabá, em Cuiabá.

Mais informações para a compra de ingresso e inscrições para as oficinas de teatro pelo telefone (65) 99292-9907.

 

FONTE: Assessoria

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE