PUBLICIDADE

Obra “prometida” é concluída e será entregue para população cuiabana

Prestes a facilitar o acesso direto dos moradores da região dos bairros Praeirinho, Coophema, Coxipó, Jardim Gramado, Vista Alegre, Parque Geórgia, entre outros, interligando a avenida Beira Rio à rua Antônio Dorilêo, o conjunto de obras (ponte e ligação) já tem data programada para ser liberada e utilizada pela população: terça-feira, 29 de outubro.

25/10/2013 14h37 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

 
“Valeu a pena a gente comer um pouco de poeira”, diz Edir Amorim, que trabalha na região que será beneficiada pelas intervenções de mobilidade urbana.
 
“Um dia desses, enquanto estávamos a caminho da escola, vimos que tinha um espaço por onde dava para passar e entramos na obra”, conta Edir. “Sei que é proibido e que não deveríamos ter entrado antes de estar liberada, mas, só para acrescentar, vi que a obra ficou realmente linda”, certifica.
 
Inserida no plano de mobilidade urbana da Secopa com vistas à realização da Copa do Mundo de 2014 e com base na primeira lei de Hierarquização Viária do Município, de 1999, a conclusão do projeto de implantação entre a av. Beira Rio e a rua Antônio Dorilêo aliviará a sobrecarregada malha viária de Cuiabá.
 
“Aproveitamos a vinda da Copa para tirarmos do plano diretor algumas das obras que estão em execução e que Cuiabá merecia há muito tempo. A obra do Parque do Barbado, duplicação da Archimedes Pereira Lima, trincheira Jurumirim e Santa Rosa são alguns dos projetos previstos na expansão viária da cidade desde 1999”, recorda o engenheiro de tráfego da Secopa e assessor de Mobilidade Urbana, Rafael Detoni.
 
Laura Maria de Oliveira, 53 anos, auxiliar de serviços gerais na Escola Municipal de Educação Básica (Emeb) Dom Bosco do Praeirinho, relembra que a obra de ligação do Coophema à Rua Antônio Dorilêo foi promessa de campanha de muitos governantes, mas que até hoje não havia saído literalmente do papel.
 
“Essa é uma obra prometida há muito tempo, desde o governo do falecido Dante de Oliveira ouço essa conversa. Finalmente parece que ficou pronta e será entregue para a população. Só me preocupo agora é com a segurança das crianças da escola, já que os carros vão começar a passar por aqui com mais frequência”, avalia Laura.
 
Compondo a lista de melhorias da infraestrutura urbana da cidade, está em estudo no escopo do projeto de reestruturação da rede integrada de transporte coletivo, uma linha de ônibus que sai do Parque Cuiabá, passa pelo interior da região São Gonçalo - Coophema e atravessa a nova ponte sobre o rio Coxipó para ter acesso à av. Beira Rio, seguindo até a estação do VLT na avenida XV de Novembro, no bairro do Porto. A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes Urbanos (SMTU) prevê o quanto antes o funcionamento da nova linha.
 
Obra
 
Sob a responsabilidade da empresa Atrativa Engenharia Ltda, a ponte tem 155 metros de extensão por 12,8 metros de largura e duas faixas de circulação (fluxo e contra fluxo). Já a implantação da ligação entre a av. Beira Rio e a rua Antônio Dorilêo, no trecho de 2.551,67m de extensão, foi executado pela empresa Três Irmãos Engenharia. As duas obras foram um investimento de aproximadamente R$ 13 milhões.
 
Assessoria 



.


Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE