Quinta-Feira, 27 de Abril de 2017
ANAMARIA BIANCHINI

Colunista se despede de 2016 e conta os desejos para o próximo ano

Colunista se despede de 2016 e conta os desejos para o próximo ano
 

Oi, amigos. Esta é a última coluna de 2016. Gosto sempre de fazer colunas diferentes pra fechar o ano.

Um ano muito difícil. E, justamente por isso, queria que fosse uma coluna especial. E comecei a pensar em coisas boas. Em desejos imateriais. Em coisas que realmente importam. 

Do meu coração, transborda amor por vocês, que param e olham a minha coluna, pois eu a faço com muito carinho, pensando em cada pessoa que vai ler, em cada um ...

 Coisas que fazem valer a pena estar vivo:

*Andar no Parque Mãe Bonifácia. Com medo que uma cobra atravesse. Vendo os micos pulando por cima da cabeça da gente. Vendo as cotias atravessarem, realmente à nossa frente. Parar na gruta com a imagem de Nossa Senhora da Imaculada Conceição,  rezar, recuperar as forças e continuar a caminhada.

*Saindo de lá, com a sensação de dever cumprido, comprar água de coco e ir feliz da vida pra casa, começar o dia ... 

*Ir ao Atmã, na Chapada. Comer entrada, prato principal e sobremesa. Olhar o precipício ali ao nosso lado, logo depois da proteção do vidro, e sentir o quanto somos frágeis. Tomar um vinho tendo um amigo junto que não bebe, pra voltar pra casa ...

*Se for voltar pra casa, parar na doceria, na praça, e comprar todos os melhores doces do mundo, ah! só lá existe "orelha de nozes" a coisa mais deliciosa de comer, nesta vida. Quando eu chego lá, a moça do caixa já grita na cozinha: A moça dos doces chegou! hahaha, e a vida é linda ... 

*Se for passar a noite na Chapada, vale dormir no Penhasco, ficar na piscina aquecida, até anoitecer, e depois ir para a sauna,e ficar ali na hidromassagem, levar uma Cliquot, pedir as taças e curtir a vida com a família, com os amigos, e com quem mais valer a pena ... 

* Voltando pra Cuiabá, vale ainda ir ao mercado do Porto, comprar frutas e verduras frescas. Comprar filé de pintado também; as pessoas, lá, têm bom humor. Parecem ser pessoas felizes, o que é raro encontrar em Cuiabá ... 

*Ir à missa aos domingos,  das 17h no Santuário Nossa Senhora Auxiliadora. Sentir o incenso, entrar e limpar a alma da gente... Emocionar-se com aquela música que fala: Cura Senhor onde dói, cura Senhor bem aqui... e chorar de emoção por estar ali ... 

*Sair pra conversar com os filhos. Com os amigos. Estar com quem se tem prazer da companhia. Nada de obrigação.

*Falando em filhos, vê-los dar os primeiros passos de independência na vida. Assistir de perto, e de longe ao mesmo tempo pra não atrapalhar, mas deixando a certeza de que você está ali, ao alcance deles, a qualquer momento... 

*Perdoar. Fatos e pessoas. Mas ir até onde dá naquela hora. Tudo tem seu tempo. Não adianta tentar ser Madre Tereza. Ela é Santa. Nós somos pobres mortais. Mas ter a vontade do perdão no coração já faz toda diferença.

*Fazer de tudo pra ajudar um amigo que está precisando. Pedir. Não ter vergonha de pedir pelo outro. Ser humilde dá tanto alívio no coração da gente, que só fazendo pra se ter ideia do bem que faz  .. 

E, por fim, entender que o tempo de Deus não é o nosso tempo e que só Ele sabe todas as coisas, e que a gente tem que ter fé e saber esperar ... 

Amor, humildade, saúde, é tudo que desejo a vocês, amigos-queridos-leitores deste Circuito Mato Grosso.

Gratidão define!

Feliz Natal. Que venha  2017.

Com muita sinceridade e com meu coração transbordando de amor, 

Ana.

*em tempo: as imagens são coisas que eu curto e que queria dividir com vocês, coisas que acho, coisas que me divertem, coisas em que eu acredito.  Fotos que eu tirei. Minha sacada. Meu oratório. Minha família. Minha proteção. Amor. Puro amor!

COMENTAR