PUBLICIDADE
DICAS

Seu cachorro idoso não quer comer?

O nosso médico veterinário explica que existem diversos motivos para o pet diminuir a ingestão de alimento. Além disso, a avaliação em cães idosos geralmente é mais complexa

Da Redação

Equipe

14/10/2021 13h37 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Seu cachorro idoso não quer comer?

Divulgação

Quem tem um cachorro há mais tempo em casa, sabe que em alguns períodos o peludinho pode se mostrar com o apetite menos voraz que o de costume, por motivos dos mais variados. Mas, e quando o cachorro idoso não quer comer, o que fazer?



Há quem diga que naturalmente a fome do pet vai diminuindo com o tempo, enquanto outros dizem que se o cachorro não gasta mais tanta energia, não tem porquê comer como antigamente. Realmente são possibilidades viáveis, porém, sempre que a recusa pelo potinho de comida passa a ser frequente, é necessário ligar o alerta e pedir ajuda profissional.

Para entender melhor o tema e te ajudar a saber quando o seu pet vovô precisa de ajuda, nós batemos um papo com Lucas Hashimoto, médico veterinário do nosso suporte especializado em saúde e bem-estar exclusivo para os Assinantes Petlove.



Causas podem ser variadas

O nosso médico veterinário explica que existem diversos motivos para o pet diminuir a ingestão de alimento. Além disso, a avaliação em cães idosos geralmente é mais complexa, pois envolve uma série de possíveis causas por trás do desinteresse pela comida.

“A diminuição do apetite é algo que pode esconder diversos motivos, e é muito importante entendermos as razões que fazem o pet recusar o alimento. Inúmeros problemas de saúde têm o potencial de causar desconfortos, fazendo com que o cão não sinta vontade de se alimentar e, quando acrescentamos o fator “idade” nesta equação, é necessária uma análise ainda mais minuciosa”, explica Hashimoto.

O médico veterinário lembra que, nesta fase da vida, a capacidade funcional do pet tende a ser menor e, às vezes, acaba resultando em diminuição de atividade física, sedentarismo, menor desempenho metabólico, alterações comportamentais, perda de massa muscular etc. Por isso é muito importante sempre prestarmos atenção ao comportamento do cachorro e incentivá-lo, por meio de brinquedos e jogos, a permanecer física e mentalmente ativo.

“Essas questões do envelhecimento estão intimamente relacionadas ao porte, genética, nutrição e desenvolvimento físico e cognitivo do pet ao longo da vida. Quando falamos de perda de massa muscular, é importante mencionarmos a existência da sarcopenia, uma perda natural de massa magra, relacionada ao envelhecimento, e diferenciá-la da caquexia, que é uma síndrome bem complexa do metabolismo e está associada a alguma doença subjacente, causando perda de massa magra e pode estar acompanhada ou não da perda de gordura. Cada caso possui uma abordagem totalmente diferente, mas podem estar intimamente ligados ao desinteresse pelo alimento”, diz Hashimoto.

Então, agora que você aprendeu que a falta de apetite é perigosa para o pet, sabe que procurar o médico veterinário é o melhor jeito de entender por que o pacote de ração está durando cada vez mais tempo. Veja alguns dos principais responsáveis por tirar o apetite dos cachorros idosos:

  • Doenças periodontais – dores e desconforto ao comer
  • Problemas renais
  • Doenças no aparelho digestivo
  • Doenças cardiorrespiratórias
  • Neoplasias
  • Depressão

Cachorro idoso não quer comer – vilões desconhecidos

Além dos exemplos citados acima, outros motivos menos conhecidos podem ser os responsáveis por fazer os cães idosos procurarem menos o potinho da ração:

  • Dificuldade de acesso ao alimento (ex.: colocar a ração em locais que exijam esforço demasiado do pet)
  • Déficits na capacidade de visão – o pet não enxerga direito o alimento
  • Menor acuidade de paladar – apetite mais seletivo
  • Menor capacidade/ estímulo do olfato – também pode deixar o pet mais “exigente”
  • Déficits na capacidade de audição/ cognição (ex.: não recebe/ compreende os comandos verbais para se alimentar)

Viu só quantos vilões que você nem imagina são capazes de tirar o apetite do seu peludinho? Lembrando que estes são só alguns exemplos e você sempre deve pedir ajuda profissional quando o assunto é cuidar da saúde do seu cachorro.

E, por falar nisso, quando é a próxima consulta do seu pet mesmo?

FONTE: Petlove



Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE