PUBLICIDADE
DICAS

Brincadeiras saudáveis entre cães

Cães costumam brincar de maneiras diversas, perseguindo um ao outro, fazendo cabo de guerra com objetos ou até de forma mais física, fazendo um tipo de “luta” com patas e boca de forma a interagirem

Da Redação

Equipe

10/08/2021 07h55 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Brincadeiras saudáveis entre cães

Divulgação

Cada vez mais nossos cachorros são expostos a outros cães em espaços de convivência públicos ou privados. Essas oportunidades podem ser muito boas e divertidas, mas precisamos prestar atenção na interação entre eles para garantir que a experiência esteja sendo legal e positiva para todos!



Cães costumam brincar de maneiras diversas, perseguindo um ao outro, fazendo cabo de guerra com objetos ou até de forma mais física, fazendo um tipo de “luta” com patas e boca de forma a interagirem fisicamente, mas sem machucar o outro cão.

Cachorros brincando em um parque

Alguns cães são mais intensos e enérgicos nas brincadeiras e outros menos. Nem todo cão vai gostar de interagir dessas formas mais intensas com outros cães, e para alguns as interações podem gerar medo e ser até bastante traumáticas! Deixar acontecer uma brincadeira que não está sendo agradável para um dos cães pode traumatizá-lo e até gerar comportamentos agressivos!



Como saber se a brincadeira entre cães está sendo legal?

Para saber se a brincadeira está sendo legal avalie os seguintes pontos:

  • Intensidade: os cães estão brincando de forma parecida? Ambos interagem de forma semelhante e parecem relaxados ao interagir?
  • Alternância: eles trocam de papel na brincadeira, por exemplo, um cão persegue e depois é perseguido também?
  • Pausas: eles fazem pausas de alguns segundos durante a brincadeira?

Se ao observar dois cães interagindo a resposta para alguma dessas perguntas for não, pare a brincadeira porque provavelmente ela não está legal para algum deles!

Se ficar na dúvida você pode fazer um teste: pare o cão que está brincando de forma mais intensa (você pode chamá-lo e oferecer um petisco para tirar o foco dele da brincadeira ou segurá-lo pela coleira) e observe como o outro cão (menos intenso) se comporta. Se ele não vier até o cão que está parado para continuar a brincadeira, é porque ele não quer brincar daquela forma!

Neste caso, garanta o bem-estar do cão afastando-o daquele contexto ou se o seu cão for o causador da “discórdia”, considere afastá-lo e encontrar outro cão mais compatível ou simplesmente distrai-lo com outras brincadeiras só com você.

Supervisione sempre!

Sempre que cães estiverem brincando fique por perto e atento ao que está acontecendo, especialmente em grupos! Perseguições em grupo podem não somente ser traumatizantes para o cão perseguido, mas são potencialmente perigosas, já que é normal cães agirem de forma muito mais exacerbada quando correndo e disputando ao lado de outros.

Ajude-os a fazer pausas durante a brincadeira chamando-os para receber recompensas (petiscos, carinhos, água) e depois deixe-os voltar a brincar! Fique sempre atento à linguagem corporal do seu cão e a qualquer sinal de desconforto (rabo entre as pernas, se esconder, tremer, etc.) pare a brincadeira e tire seu cão do local! Brincadeiras devem ser legais para todos os envolvidos, se não está sendo legal para alguém, não é uma brincadeira saudável!

FONTE: Petlove



Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE