PUBLICIDADE
CLIQUE E CONFIRA

Como fazer seu pet acostumar a usar roupinha

Cá entre nós que deve ser extremamente difícil para um pet se acostumar com um tecido colado em seus pelos

20/07/2020 07h23 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Como fazer seu pet acostumar a usar roupinha

Reprodução/Internet

Quem nunca viu um cão ou gato vestindo uma roupinha encantadora na internet e pensou: “Ah, se o meu pet ao menos deixasse colocar uma roupa nele”. Essa é a realidade de muitos Petlovers que sonham em vestir o filho de quatro patas para protegê-lo das baixas temperaturas no inverno e ainda deixá-lo no estilo.



Cá entre nós que deve ser extremamente difícil para um pet se acostumar com um tecido colado em seus pelos, ainda mais se tiver apertado ou encaixado da maneira errada. Para ajudar nessa questão, conversamos com a Luiza Cervenka, que é palestrante, apresentadora e consultora comportamental de cães e gatos.

Como acostumar meu pet a usar roupinhas?

A primeira dica da “bichoterapeuta” é, em hipótese alguma, obrigar o cachorro ou gato a vestir uma roupa. “É importante que seja uma opção, uma vontade do pet a vestir uma roupa. À princípio, o ideal é utilizar roupinhas que abrem por completo, ou seja, aquelas que possuem velcro tanto na altura do pescoço quanto na barriga. O tutor pode abrir a vestimenta e passar no animal para ele se familiarizar com o tecido durante os períodos de relaxamento”, disse.



Após apresentar a roupinha para o peludo, Luiza Cervenka recomenda que os pais  coloquem-a nos pets lentamente para que eles se acostumem com o tecido e depois oferecer um petisco como forma de recompensa. A ideia é por a roupa e fazer um carinho enquanto ele come a guloseima e depois tirá-la. Aos poucos, deve ir aumentando gradativamente o tempo em que o pet fica vestido e associar esse ato a uma brincadeira que ele adora, como correr pela casa, por exemplo.

Como escolher a roupinha ideal?

Segundo a especialista em comportamento pet, o mais aconselhável é escolher roupinhas que não precisem passar ou tirá-las pela cabeça do peludo, dando preferência para as que possuem uma abertura, como velcro ou botão, que podem ser retiradas facilmente pelo próprio pet caso se sinta desconfortável.

Além disso, Luiza destaca que é preciso evitar as roupas que passam pelas patas e barriga do cão ou gato, pois isso pode incomodar o pet e, consequentemente, aumentar a chance dele rejeitar a vestimenta.

Como fazer seu pet acostumar a usar roupinha

Raças com mais necessidade de usar roupas?

Existe uma premissa de que os pets com a pelagem mais curta têm uma necessidade maior de usar roupas em comparação aos que possuem pelos mais longos. Todavia, segundo Luiza, esse não é o fator que deve ser levado em conta para vestir um pet. “Na verdade, essa necessidade é individual de cada pet, independentemente da raça. Os cães mais velhos, por exemplo, têm mais necessidade de usar roupinhas por conta do frio. Mas o tamanho do pelo varia muito, pois algumas raças de pelo longo sentem mais frio que algumas de pelo curto”, disse.

Cuidados básicos

As roupinhas possuem uma simples finalidade: protegê-los das baixas temperaturas. Porém, de acordo com Luiza, o excesso de proteção contra o frio pode trazer problemas sérios para o pet. “É muito comum casos de hipertermia em pets devido ao uso de roupas. Muitos tutores têm o hábito de fazer o pet usar uma peça durante 24 horas, o que é bastante perigoso, já que a temperatura deles oscila assim como a nossa. O ideal é fazer a utilização das roupinhas ao anoitecer, quando cai a temperatura, até o início da manhã e deixá-los sem durante o dia, a menos que seja um dia bastante gelado”, alertou.

Meu pet está com frio?

Saber se o pet está com frio é o necessário para correr e pegar uma roupinha para ele. Mas, afinal, como saber se o peludo está friento? Luiza Cervenka tem uma dica extremamente simples: basta colocar a mão na ponta da orelha do pet, se estiver gelada, é porque ele está com frio.

.

FONTE: Pet Love



Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE