PUBLICIDADE
SEGURANÇA PÚBLICA

Dinheiro apreendido com organizações criminosas é utilizado para adquirir armamento

Mais de R$ 6 milhões foram apreendidos este ano com organizações criminosas em Mato Grosso

12/08/2015 14h45 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Mais 600 pistolas para atender a Polícia Judiciária Civil e 40 fuzis para a Polícia Militar foram adquiridos com o dinheiro apreendido com organizações criminosas no Estado. O montante revertido para a Segurança Pública de Mato Grosso, só nesta primeira aquisição é na ordem de R$ 1.562.871,60. 

As aquisições dos armamentos estão previstas no novo acordo de resultados assinado pelo secretário de Segurança Pública, Mauro Zaque, como compromisso de governo para os próximos meses. O objetivo é dar condições de enfrentamento às polícias Civil e Militar em Mato Grosso. 

Para a Polícia Judiciária Civil serão adquiridas 300 pistolas calibre ponto 40, modelo PT 840, e 300 pistolas calibre ponto 40, modelo PT 640. As armas, no valor de R$ 1.335.900,00, serão compradas da empresa Forjas Taurus S/A, com dispensa de licitação, em razão das suas características específicas. 

Para a Polícia Militar serão adquiridos 40 fuzis modelo 5.56 mm IA2, com dois carregadores cada, da empresa Indústria de Material Bélico do Brasil (Imbel), no valor de R$ 226.971,60. O objetivo é renovar e aumentar o arsenal existente da Polícia Militar para melhor desempenho no atendimento de ocorrências. O armamento também será adquirido com dispensa de licitação, em razão das suas características. 

Recentemente, a Secretaria de Segurança Pública iniciou o processo de compra de 600 pistolas calibre ponto 40 modelo PT 840, semiautomática, com três carregadores, no valor de R$ 1.283.400,00 para a Polícia Militar. As armas foram adquiridas da empresa Forjas Taurus S/A com dispensa de licitação, em razão das suas características. 

“É importante equipar nosso efetivo dentro do que há de mais moderno. Policial bem equipado tem maior segurança em suas ações, o que garante um atendimento mais eficaz ao cidadão”, destacou o secretário de Segurança Pública, Mauro Zaque. 

O compromisso da Secretaria de Segurança é reverter 100% dos bens de criminosos em investimentos nas forças de Segurança Pública. “Estamos em processo adiantado da melhoria das condições de trabalho dos policiais, para o combate rigoroso à criminalidade, especialmente o crime organizado”, completou Zaque. 

O próximo passo da Segurança Pública será o reforço concentrado no Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), com ingresso de novos soldados do último concurso público e aquisição de armamento, munições e equipamentos de Inteligência. Tudo para que a atuação dos policiais na repressão qualificada aos crimes que atravessam a região sensível da fronteira entre Brasil e Bolívia seja ainda mais forte. 

MAIS ARMAMENTOS

A aquisição dos novos armamentos para as polícias Civil e Militar está sendo financiada por parte dos mais de R$ 6 milhões apreendidos este ano com organizações criminosas em Mato Grosso. Um montante veio da apreensão de R$ 3,2 milhões feita pela Polícia Judiciária Civil, no município de Canarana (distante 823 km de Cuiabá), no dia 5 de abril deste ano. 

O dinheiro, sem origem comprovada, foi encontrado na carroceria de uma caminhonete Hilux, que era conduzida por José Silvan de Melo, investigado também pelo Departamento de Repressão ao Narcotráfico (Denarc) de Recife (PE) por tráfico internacional de drogas. 

A outra parte aplicada na aquisição dos armamentos para a Segurança Pública é proveniente dos mais de R$ 3 milhões arrecadados no leilão judicial de 1.603 cabeças de gados da fazenda Asa Branca, localizada a 40 km do município de Cáceres. Os animais e a fazenda foram adquiridos com dinheiro oriundo de organização criminosa que agia no tráfico internacional de droga na região Oeste de Mato Grosso. 

“Estamos vivendo um momento histórico em Mato Grosso, tornando realidade a pretensão de todo cidadão de bem de tirar o patrimônio oriundo do crime em favor da Segurança Pública”, enfatizou o secretário Mauro Zaque.

(Assessoria)

.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE