PUBLICIDADE
PANORAMA

Parque Massairo Okamura se destaca pela organização

Parque oferece entretenimento num largo espaço em que se destacam limpeza, sinalização e a beleza do cerrado

Noelisa Andreola

Estagiária

24/05/2015 12h31 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Uma das áreas de preservação mais admiradas da capital, o Parque Estadual Massairo Okamura impressiona pela limpeza e organização, além da beleza natural. Com 54 hectares, o espaço tem estrutura impecável, digna de boas atividades esportivas e de lazer.

Localizado na Avenida Historiador Rubens de Mendonça, ou Avenida do CPA, em Cuiabá, o parque é situado em área de proteção ambiental, tendo em seus limites nascentes que constituem a cabeceira do córrego do Barbado, tributário do rio Cuiabá. No decorrer do trajeto da trilha, é possível ver córregos embaixo de pequenas pontes instaladas em diversos pontos.

No espaço é proibida qualquer intervenção devido às nascentes. Deste modo, o parque preserva a vegetação nativa típica do cerrado, ao longo dos 2 km de trilha instalados no espaço. Além disso, a área é urbanizada com sanitários públicos e centro para educação ambiental. Abriga também: passagem de água, mirante, espelho d’água e a Praça Boé Bororo, instalações administrativas e um palco para atividades comunitárias.

A atleta Mariana Godoy, de 23 anos, disse que frequenta o espaço quase que diariamente. Ela, que é moradora da região, disse que o parque é uma ótima opção para quem quer se dedicar aos treinos (como ela) e também para entretenimento com a família.

“Como ultimamente estou lutando jiu-jitsu, além dos treinos, venho aqui para relaxar e aquecer com corrida e utilizo o espaço para fazer exercícios localizados. Fora isso, sempre, quando tenho oportunidade, venho com a minha avó fazer caminhadas de leve. Aqui é uma ótima opção para qualquer atividade”.

Já o empresário Marcos Ribeiro, 46 anos, ressaltou a sinalização do local. Vindo de Florianópolis (SC), está em Cuiabá há apenas dois meses. Ele disse que não se sentiu perdido logo na primeira caminhada e que ficou admirado com a beleza natural, que mostra muito a nossa vegetação: “É prazeroso andar em um lugar limpo, cheio de árvores em sua volta, além da boa sinalização e lixeiras espalhadas por toda parte. Percebo a riqueza da vegetação daqui só pelo passeio que faço. Fiquei apaixonado à primeira vista”.

Entre outras atrações, está a Praça Nações Indígenas. O local foi inspirado em uma aldeia Bororo, com a intenção de preservar a memória dos povos indígenas de Mato Grosso. O desenho do espaço é uma homenagem aos indígenas que habitaram a região de Cuiabá até a chegada do homem branco.

Além disso, o parque abriga o Auditório Jatobá. O espaço foi feito especialmente para instituições que queiram promover palestras de cunho social. “O auditório fica aos cuidados da administração do parque e oferece serviços à população. Damos prioridade aos serviços públicos, no entanto, está aberto para iniciativas privadas que precisarem do local que é oferecido gratuitamente”, disse o coordenador do parque, cel. Nelson da Silva.

O parque fica localizado na altura do bairro Morada do Ouro e é aberto diariamente das 6h às 18h. O nome Massairo Okamura é em homenagem ao ex-vereador que fundou a primeira organização não governamental (ONG) voltada aos interesses do meio ambiente, a Sociedade Cuiabana de Meio Ambiente, em 1977.

.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE