PUBLICIDADE
MEDIDAS DE BIOSSEGURANÇA

Estado acusa Emanuel Pinheiro de politizar Covid-19 e lamenta novo decreto

Em nota, Emanuel Pinheiro foi acusado de estar sendo irresponsável e despreparado, podendo provocar até mesmo a morte de muitos cuiabanos

Juliana Alves

Jornalista

02/03/2021 18h41 | Atualizada em 03/03/2021 08h07

Estado acusa Emanuel Pinheiro de politizar Covid-19 e lamenta novo decreto

Reprodução

Após o decreto do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), nesta terça-feira (02), com flexibilizações às medidas determinadas por Mauro Mendes na última segunda-feira (01), o Governo de Mato Grosso emitiu uma nota lamentando a forma que a prefeitura de Cuiabá está lidando com a situação, e declara que a situação da Covid-19 está sendo politizada.



Entre as novas medidas anunciadas pelo gestor municipal está o toque de recolher a partir das 23h até às 05h da manhã.

Em nota, o Estado apontou que neste momento Mato Grosso tem 88% das vagas UTIs ocupadas e alcançou a marca de 253.783 casos e 5.864 mortes.

"Quando Cuiabá registrou o primeiro caso de coronavírus, há exato um ano, a decisão da Prefeitura de Cuiabá foi de fechar tudo e instaurar um lockdown total no município. Agora, com um cenário crítico, a decisão foi flexibilizar. Infelizmente, o prefeito continua cometendo erros, mostrando total despreparo e irresponsabilidade, o que poderá provocar a morte de muitos cuiabanos", diz trecho da nota.



O Estado ainda declarou que caberá ao Ministério Público e ao Judiciário decidir o que deverá prevalecer em Cuiabá.

Determinações do Emauel:

  1. Comércio de rua, varejista, atacadista e shopping popular:  segunda a sábado, das 8h às 18h
  2. Supermercados e congêneres - segunda a domingo, das 6h às 22h
  3. Prestadores de serviço em geral - segunda a sábado, das 8h às 18h
  4. Distribuidoras de bebidas: segunda a domingo, das 10h às 22h, vedado o consumo no local
  5. Conveniências em postos de combustível: segunda a domingo, das 10h às 22h, permitido consumir no local, se estiver sentado.
  6. Academias de musculação, ginástica, natação e congêneres: segunda a sábado, das 6h às 22h
  7. Shopping: de segunda a domingo, das 10h às 21h
  8. Bar, restaurante e congêneres: Segunda a domingo, das 11h às 22h
  9. Lanchonetes, padarias, açougues, cafeterias e congêneres: segunda a domingo, das 6h às 19h
  10. Clubes de lazer em geral : segunda a domingo, das 6h às 20h, vedada a prática de atividade coletiva que possa causar aglomeração
  11. Todos devem seguir as normas de biossegurança como distanciamento, disponibilização de álcool em gel, e locais somente com 50% da capacidade ocupada

As atividades industriais não sofreram nenhuma medida.

.


Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE