PUBLICIDADE
OBRAS DA COPA 2014

Obras na Trincheira Jurumirim devem ser barradas até projeto de desvios e sinalizações

No projeto apresentado pela Sinfra, a previsão é de que a Trincheira Jurumirim fique interditada por sete meses para correção do sistema de drenagem de águas pluviais

Da Redação

Equipe

25/02/2021 18h00 | Atualizada em 26/02/2021 10h09

Obras na Trincheira Jurumirim devem ser barradas até projeto de desvios e sinalizações

Edson Rodrigues - Secom-MT

A Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob) contranotificou a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) para que não seja iniciada as obras na Trincheira Jurumirim (Avenida Miguel Sutil), em Cuiabá. Ordem foi necessária pois a pasta não teria apresentado ao município as propostas de desvios e sinalizações das vias durante as obras.



De acordo com a Semob, a Trincheira deve ficar interditada por sete meses para corrigir o sistema de drenagem de águas pluviais. Somente na parte inferior deve ser retirado aproximadamente 1,5 metro de solo, que será substituído por outro de melhor qualidade.

"A Sinfra já foi contranotificada para que não comece a obra antes da liberação da Semob. Ainda estamos aguardando o projeto de rotas de desvios e sinalizações que devem ser feitas pelo Governo do Estado, responsável pela obra. Não temos uma data.  Será um enorme gargalo no trânsito e por isso, deveremos achar soluções para que não ocorra tanto impacto", avisou Antenor Figueiredo, secretario de Mobilidade Urbana.

Em nota, a Sinfra respondeu que apresentou o plano de ação à Prefeitura de Cuiabá, com os serviços a serem executados, os prazos previstos, bem como as interdições a serem realizadas na trincheira, em razão da obra de recuperação que deverá ser executada no local.



De acordo com a pasta, o plano não incluiu nenhum projeto de rotas alternativas ou desvios, uma vez que o planejamento da execução de obras prevê a continuidade do tráfego pelas pistas marginais, além de meia pista no interior da trincheira. Apenas no período noturno, das 21h às 6h, é que está prevista a interdição total somente no interior da trincheira.

Desse modo, não seriam necessários desvios, já que o trânsito pela Avenida Miguel Sutil continuará permitido, incluindo as rotatórias da Jurumirim e a de acesso à Avenida dos Trabalhadores, o que garante o tráfego no sentido centro-bairros.

"No entanto, diante da informação do Município a respeito da incapacidade para elaborar um projeto com as rotas alternativas e para evitar qualquer tipo de embate junto à Prefeitura de Cuiabá, a Sinfra está providenciando esse projeto adicional  e vai apresentá-lo na próxima semana", diz trecho do comunicado.

Por fim, a Sinfra ressalta que, em razão da Trincheira Jurumirim se tratar de uma obra executada para a Copa do Mundo de 2014, todos os licenciamentos devidos que autorizam a execução de serviços de engenharia já foram obtidos e continuam válidos, visto que a trincheira não foi concluída, embora liberada para o tráfego.

.


Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE