PUBLICIDADE
ATENDIMENTO PARA AUTISTAS

Mutirão reúne voluntários para conclusão de obras da nova sede da AMA

A expectativa é que as atividades no espaço, localizado no bairro Santa Cruz II, em Cuiabá, sejam iniciadas em 2021

03/12/2020 15h18 | Atualizada em 03/12/2020 15h20

Mutirão reúne voluntários para conclusão de obras da nova sede da AMA

Internet

Com a inauguração da nova sede cada vez mais próxima, a Associação de Pais e Amigos do Autista de Mato Grosso (AMA) se prepara para iniciar outro capítulo de sua história em 2021. A nova sede está localizada no bairro Santa Cruz II, em Cuiabá, e no último sábado (28.11) recebeu um mutirão que reuniu mais de 30 voluntários para os últimos retoques e limpeza na edificação. 



A unidade foi construída em um terreno concedido pela prefeitura de Cuiabá e teve as obras conduzidas por parceiros como a Plaenge. Mais de R$ 100 mil foram viabilizados pela construtora para ajudar na construção da nova estrutura, que é um sonho antigo da AMA. A associação tem 20 anos de fundação e atualmente tem como sede duas salas em um pequeno imóvel localizado no Centro Político e Administrativo, próximo ao Detran, de difícil acesso e onde é possível realizar apenas pequenas reuniões com pais e festinhas para as crianças e adolescentes.

A presidente da AMA, Kelly Viegas, afirma que atualmente a associação tem 700 famílias cadastradas em todo Mato Grosso e que cerca de 200 crianças e adolescentes em tratamento são assistidas. Segundo ela, a entidade trabalha para que a nova sede ofereça atendimentos nas áreas de neurologia, psicologia, psiquiatria, terapia ocupacional, fonoaudiologia, fisioterapia, nutrição, além de parceria com a equoterapia para o melhor desenvolvimento das crianças e adolescentes com autismo.

No mutirão, além da limpeza do imóvel foram realizados pintura da calçada, plantio de mudas, paisagismo, instalação de acabamentos e início da decoração dos ambientes. O diretor regional da Plaenge Rogério Fabian Iwankiw e a esposa Gilvane Iwankiw foram dois dos voluntários que participaram do mutirão. Trabalhando no paisagismo do terreno, que espalhou brita em todo o espaço, Rogério disse que a cada carrinho de mão carregado com as pedras ele fazia uma oração para que Deus providencie a continuidade dos trabalhos, para a manutenção das atividades da AMA para o atendimento a centenas de crianças e adolescentes. 



"Estarmos aqui representa esperança. Construir é fácil, temos experiência nisso. O desafio será a manutenção das atividades que a AMA pretende desenvolver aqui", diz Rogério. Já Gilvane acrescenta que o casal vai se mudar de Cuiabá para Campinas no começo de 2021 e que a nova sede da associação será um grande legado que eles deixam para a capital mato-grossense, onde moraram por 17 anos, e onde nasceu o filho deles Davi, que é autista e hoje tem 13 anos, o que motivou o envolvimento com a causa.

No que depender do vereador reeleito Lilo Pinheiro (PDT), a manutenção das atividades da AMA será custeada por uma emenda parlamentar no valor de R$ 650 mil que a gestão municipal deve liberar no próximo ano para implantação e custeio do espaço. "Esse valor está reservado na conta do município de Cuiabá e assim que for entregue vamos aproveitar o recurso para fazer desse centro uma referência nacional. É um trabalho sério e contínuo para entregar à população de Cuiabá", comenta o vereador.

Pinheiro conta que sua luta pela causa começou em 2015, quando foi presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara de Cuiabá. "Apresentei um Projeto de Lei que instituiu a primeira semana do mês de abril como a Semana de Conscientização e Reflexão sobre a Causa dos Autistas. Tínhamos um objetivo muito grande que é este que está se tornando realidade, de termos no município de Cuiabá o Centro Integrado de Atendimento ao Autista. Já são cinco anos de luta".

Serviço

Informações e contato com a AMA para doações podem ser feitas pelo e-mail
 ama.cuiaba@gmail.com ou pelo telefone (65) 9 9675-4196.

.

FONTE: Assessoria



Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE