PUBLICIDADE
BOLETIM ATUALIZADO

Sobe para 9 os casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso

Número de casos suspeitos teve salto de 57 registros nas últimas horas e apresentou maior avanço até o momento

Da Redação

Equipe

25/03/2020 17h48 | Atualizada em 26/03/2020 08h42

Sobe para 9 os casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso

Ilustração

Subiu para 9 o número de pacientes diagnosticados com Covid-19 em Mato Grosso. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), os casos estão nos municípios de Cuiabá (60), Várzea Grande (2) e em Nova Monte Verde (972 km da Capital).



Conforme o boletim epidemiológico atualizado, divulgado na tarde desta quarta-feira (25), o Estado tem 326 casos em investigação espalhados por 40 municípios.

Em comparação com os dados desta terça-feira (24), houve um crescimento de dois casos constatados e de 57 suspeitos de coronavírus.

O secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, disse que, apesar no aumento no número de registros confirmados, nenhum dos pacientes apresenta sintomas graves.



Dois deles estão internados em uma unidade de saúde enquanto os outros estão em isolamento domiciliar.

Recomendações

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infeccções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

- Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

- Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

- Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

- Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

- Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

.


Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE