PUBLICIDADE
PARCERIA

TRE e Seduc firmam parceria para beneficiar cidadão com deficiência auditiva

O Termo foi assinado pelo presidente do TRE-MT, desembargador Gilberto Giraldelli e pela Secretária de Estado de Educação de Mato Grosso, Marioneide Angélica Kliemaschewsk

09/10/2019 13h30 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

TRE e Seduc firmam parceria para beneficiar cidadão com deficiência auditiva

Divulgação

A partir de agora a Justiça Eleitoral de Mato Grosso contará com a presença de intérprete de Língua Brasileira de Sinais (libras) em eventos oficiais e vídeos institucionais. Essa ação, que amplia o acesso a informação ao cidadão com deficiência auditiva, está prevista no Termo de Cooperação firmado nesta quarta-feira (09/10) entre o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso e a Secretaria de Estado de Educação.



 O Termo foi assinado pelo presidente do TRE-MT, desembargador Gilberto Giraldelli e pela Secretária de Estado de Educação de Mato Grosso, Marioneide Angélica Kliemaschewsk.

 O documento prevê benefícios para ambas instituições. A Seduc, por meio do Centro de Apoio e Suporte à Inclusão da Educação Especial cederá ao TRE-MT, gratuitamente, intérpretes de libras para atuarem em eventos oficiais e vídeos institucionais. Já o Tribunal cederá a Coordenadoria do Centro de Apoio e Suporte à Inclusão da Educação Especial - CASIES salas de treinamento e auditório para realização de eventos de capacitação.

 “Essa parceria é fundamental para que possamos dar conhecimento aos cidadãos com deficiência auditiva dos trabalhos realizados pelo TRE. Esse Termo de Cooperação tem um grande caráter social, inclusivo. Somos gratos a Seduc por disponibilizar o intérprete, que serve de intermediário para que indivíduos que falam idiomas diferentes se compreendam. Se entendermos esse significado, compreendemos o quão importe é o trabalho desse profissional, cujo missão requer muito estudo, capacitação e dedicação. Ele atua no processo de inclusão entre a comunidade ouvinte e a comunidade surda”.



Para a secretária, a parceria firmada vem ao encontro da missão da Instituição. “Espero que essa seja a primeira de muitas parcerias. Acho que a educação tem a grande missão de ser uma das percursoras da formação humana, e dentro disso, sempre vemos a cidadania, direitos e deveres do cidadão”. E a cidadania passa pelo processo de escolha dos candidatos e de conscientização. Ao ceder o intérprete de libras, a Seduc possibilita a todo cidadão o acesso a toda formação, a todo conhecimento e a toda cidadania relacionados ao trabalho do TRE. Isso significa inclusão e equidade”.

Campanha: “Eleitor regularize seu título”

Após a assinatura do Termo, o presidente do TRE pediu a secretária apoio da Instituição na convocação dos eleitores de Cuiabá e Várzea Grande, que estão com os títulos cancelados, a comparecerem na Justiça Eleitoral para regularizar a situação.

 “Em Cuiabá, 23% do eleitorado está com o título cancelado. Em Várzea Grande, esse percentual chega a 24%. Pedimos apoio da Seduc para reforçar a convocação desse eleitorado no âmbito escolar, por meio dos estudantes. Eles formam uma rede grande e efetiva, fazem a informação chegar onde é preciso, que é dentro do seio familiar, onde alcançaremos seus pais, avós, tios e até vizinhos”.

 Para a secretária a causa é justa. “Ano que vem é ano de eleição e votação, momento de exercer a cidadania. É importante chamar os pais e alunos que ainda não fizeram a biometria, que façam agora. Vamos colocar essa informação no nosso site e também encaminhar as escolas, que farão a impressão desse material para afixar no mural e replicar na sala de aula. Além disso, podemos reforçar esse chamamento nas reuniões de pais. O TRE pode contar com nosso apoio”.

.

FONTE: Assessoria



Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE