PUBLICIDADE
RONDONÓPOLIS

Encontro destaca importância das políticas públicas aos idosos

Será elaborado um relatório com as propostas e deliberações definidas durante o debate a ser enviado ao Conselho Estadual

11/03/2019 13h11 | Atualizada em 11/03/2019 14h25

Encontro destaca importância das políticas públicas aos idosos

Reprodução

Com abertura na próxima quinta-feira (14), das 19h às 22h, e sequência na sexta-feira (15), das 7h às 17 horas, a 5ª Conferência Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa de Rondonópolis, organizada pela Secretaria Municipal de Promoção e Assistência Social em parceria com o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa de Rondonópolis (CMDDPIR), acontece no auditório da Prefeitura de Rondonópolis e traz como tema “Os desafios de envelhecer no século XXI e o papel das políticas públicas”.

Voltado para idosos, além de profissionais de unidades de saúde, de instituições asilares, dos Centros de Referência e Assistência Social (Cras), do Centro de Referência Especializada de Assistência Social (Creas) e população em geral, o seminário terá como moderador o antropólogo e professor aposentado da UFMT Paulo Augusto Isaac.

No dia 14, haverá a leitura e aprovação do regimento, que consiste em um conjunto de normas para direcionar o andamento dos trabalhos. Já o dia 15 começa com credenciamento dos participantes e café da manhã, das 7h às 8h. Na sequência, ocorre a palestra com o professor Isaac, seguida de apresentação das propostas e discussão de estratégias a serem aplicadas nas várias políticas setoriais. Das 11h30 às 13h haverá intervalo para o almoço, que será servido no local. A programação segue até as 17 horas, com aprovação das propostas.

Tendo como principal objetivo criar um espaço de diálogo entre representantes do governo e da sociedade civil organizada, especialmente aqueles que já estão na terceira idade, para conhecer os desafios dessa fase e estabelecer prioridades para as políticas públicas que irão influenciar as condições de vida desse grupo hoje e nos próximos anos, o workshop tem papel fundamental nesse monitoramento.

“Por meio desse encontro poderemos saber como as políticas públicas relacionadas aos idosos estão sendo colocadas em prática e ter um feedback deles próprios para podermos aperfeiçoá-las e fazer os ajustes necessários”, observa a presidente do CMDDPIR, Sandra Helena dos Santos.

Ao fim do simpósio, será elaborado um relatório com as propostas e deliberações definidas durante o debate a ser enviado ao Conselho Estadual e, ainda, serão eleitos delegados que vão representar o município, com direito a voz e voto, na Conferência Estadual, prevista para acontecer em agosto.

.

FONTE: Assessoria

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE