PUBLICIDADE

Cidades - Página 1365

Morre turista paulista vítima de ataque de tubarão no Recife

Morre turista paulista vítima de ataque de tubarão no Recife

Morreu no fim da noite de segunda-feira (22) a adolescente paulista vítima de um ataque de tubarão na praia de Boa Viagem, Zona Sul do Recife. Bruna Silva Gobbi, 18 anos, que passava férias na capital pernambucana com a família, foi atacada pelo animal por volta das 13h, enquanto nadava a cerca de 20 metros da faixa de areia. O banho de mar no cartão-postal da cidade virou tragédia. E voltou a assombrar a população.

Justiça determina bloqueio de R$ 21 mil nas contas do Estado

Justiça determina bloqueio de R$ 21 mil nas contas do Estado

.autor { font-size: 12px; border: 1px solid #D1D1D1; border-radius: 5px; padding: 3px; width: 70px; background-color: #ECECEC; } Da Redação   O juiz da Primeira Vara Cível de Diamantino (208 km de Cuiabá), Anderson Candiotto, determinou o bloqueio de R$ 21 mil das contas do governo do Estado de Mato Grosso. O valor deverá custear cirurgia a ser realizada em uma paciente para a implantação de 3 stens (aparelho para desobstruir artérias).

Primos morrem afogados em rio de MT

Primos morrem afogados em rio de MT

.autor { font-size: 12px; border: 1px solid #D1D1D1; border-radius: 5px; padding: 3px; width: 160px; background-color: #ECECEC; } Camila Ribeiro - Da Redação   Os corpos dos primos Diego Alves Dias, de 19 anos de idade e Janderson Martins Lopes, de 14, foram encontrados no rio Aripuanã, no município de Colniza (1.065 km de Cuiabá). 

BR-163/364 é interdita para detonação de rochas

BR-163/364 é interdita para detonação de rochas

.autor { font-size: 12px; border: 1px solid #D1D1D1; border-radius: 5px; padding: 3px; width: 160px; background-color: #ECECEC; } Camila Ribeiro - Da Redação   Entre o meio-dia e as 16h desta terça (23), o tráfego de veículos na rodovia BR-163/364 estará totalmente interditado, no km 580 (Serra da Caixa Furada), região de Nobres (143 km de Cuiabá).

Com 8.8°C, Cuiabá tem madrugada mais fria dos últimos anos

Com 8.8°C, Cuiabá tem madrugada mais fria dos últimos anos

.autor { font-size: 12px; border: 1px solid #D1D1D1; border-radius: 5px; padding: 3px; width: 70px; background-color: #ECECEC; } Da Redação   A madrugada desta terça (22) foi a mais fria dos últimos quatro anos na Capital mato-grossense. Os termômetros registraram 8.8°C, de acordo com dados do 9° Distrito de Meteorologia de Mato Grosso.

Fiscais de tributos entram em greve por tempo indeterminado em MT

Fiscais de tributos entram em greve por tempo indeterminado em MT

Dez dias após paralisarem as atividades por 24 horas, os fiscais de tributos estaduais (FTE) voltaram a cruzar os braços nesta segunda-feira (22) e deflagraram greve por tempo indeterminado. Responsáveis pela arrecadação dos impostos, os profissionais mantiveram apenas 30% da força de trabalho (cerca de 70 funcionários) em atividade nesta segunda-feira, mas uma reunião marcada com representantes do governo ao fim da tarde pode encerrar o movimento paredista nas próximas horas.   Atualmente, enquanto 113 vagas continuam desocupadas, o estado dispõe de 267 fiscais de tributos em atividade. Os salários variam de cerca de R$ 12 mil a R$ 20 mil, mas os profissionais exigem do governo que revise os valores com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC, utilizado como parâmetro para reajustes de vencimentos dos trabalhadores) de 2010. No caso, a revisão resultaria num aumento de 6,47% nos salários dos FTEs, que passariam a ganhar, no máximo, pouco mais de R$ 21,2 mil.   Outra reivindicação do Sindicato dos Fiscais de Tributos Estaduais (Sinfate) é a revogação de lei complementar estadual que transfere competências da carreira de fiscal (FTE) a outra categoria de servidores do fisco, a dos agentes de administração fazendária (AAF).   A revogação seria uma maneira de proteger a carreira de FTE, que exige nível superior, mas que estaria sendo esvaziada em suas prerrogativas em favor de uma carreira de nível médio, que é a dos AAF. De acordo com o presidente do Sinfate, Ricarbo Bertolini, assim que a greve se iniciou na manhã desta segunda-feira houve uma reunião de representantes da categoria com o governador Silval Barbosa (PMDB), com os titulares da Secretaria de Administração (SAD) e da Casa Civil. Uma outra reunião foi marcada para o final da tarde desta segunda-feira. Embora nenhuma proposta tenha sido apresentada aos FTE, Bertolini afirmou que o governo compreendeu a situação dos profissionais. A assessoria de imprensa da SAD confirmou a reunião ao fim da tarde, mas ainda não divulgou qualquer detalhe da negociação. Impactos Em poucas horas, entretanto, a greve dos fiscais já impactou o setor produtivo em Mato Grosso. O presidente do Porto Seco em Cuiabá, Francisco de Almeida, reportou a impossibilidade de descarregar cargas devido à falta de autenticação das respectivas notas fiscais.   Por sua vez, o secretário executivo do Sindicato das Indústrias Frigoríficas de Mato Grosso (Sindifrigo), Jovenino Borges, informou que os transtornos causados pela greve já resultaram em prejuízos para a indústria de aproximadamente R$ 22 milhões por dia. Isso porque não se consegue emitir nota fiscal, documento fundamental para se carregar qualquer carga. Além disso, as transportadoras não conseguem distribuir as mercadorias devido à falta de vistoria e autenticação. Filiados ao Sindifrigo já estariam com câmaras frias lotadas. O sindicato deve acionar a Justiça para impedir que a paralisação prejudique ainda mais o setor.         Fonte: G1 Foto: Ilustrativa  

Lei Seca leva 188 motoristas em MT para prisão por embriaguez nas BRs

Lei Seca leva 188 motoristas em MT para prisão por embriaguez nas BRs

Dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apontam que 188 motoristas foram presos em flagrante dirigindo alcoolizados nas estradas federais de Mato Grosso, neste primeiro semestre do ano. No total, 372 condutores foram autuados por embriaguez ao volante seguindo as novas determinações da Lei Seca.

Odebrecht é condenada em R$ 2 milhões por terceirização ilícita

Odebrecht é condenada em R$ 2 milhões por terceirização ilícita

.autor { font-size: 12px; border: 1px solid #D1D1D1; border-radius: 5px; padding: 3px; width: 70px; background-color: #ECECEC; } Da Redação   A Construtora Norberto Odebrecht S/A, uma das maiores empresas no ramo da construção civil no país, foi condenada ao pagamento de indenização por danos morais coletivos no valor de R$ 2 milhões. As ações civis públicas (ACP's) foram ajuizadas pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) em razão da prática de terceirização ilícita e do descumprimento de inúmeras normas de saúde e segurança do trabalho.