PUBLICIDADE
INCITAÇÃO AO ÓDIO

Simbolo nazista é pichado em prédio do câmpus Cuiabá da UFMT

A suástica remete ao nazismo e a incitação ao ódio é crime, podendo gerar pena de até cinco anos de prisão; veja vídeo

Juliana Alves

Jornalista

10/10/2018 16h29 | Atualizada em 11/10/2018 01h53 2 comentarios

Simbolo nazista é pichado em prédio do câmpus Cuiabá da UFMT

Juliana Alves

Estudantes do Instituto de Linguagens (IL) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) se assustaram ao se deparar com a pichação de uma suástica na parede do bloco. O símbolo religioso que passou a ser mundialmente conhecido como ícone do nazismo na Segunda Guerra Mundial, foi pichado e complementado com o número 17, uma referência ao número do candidato à presidência Jair Bolsonaro.



De acordo com os estudantes a pichação foi realizada entre os últimos dias. “Eu fiquei bem triste de ver como os seguidores do Bolsonaro estão fazendo menção ao nazismo e à tortura. E expondo isso em lugares públicos”, declarou a estudante Thays Amorim.

“Menção ao fascismo e ao nazismo não é questão de opinião ou divergência política. Fiquei desapontada por uma manifestação desse tipo estar numa universidade pública ainda por cima, que deveria ser um local de debate e esclarecimento da história. O sentimento é de desesperança mesmo, de ver pessoas compactuando e expondo essas ideias tão retrógradas”, completou a universitária.

A suástica é um símbolo utilizado em muitas culturas e no hindu, por exemplo, significa desejos positivos como felicidade e sorte. Porém na Segunda Guerra Mundial, ela se tornou ícone do partido nazista, que cometeu atrocidades, tornando seu significado negativo.



Em alguns países o uso da suástica é proibido. No Brasil, a Lei n° 7.716, de 5 de janeiro de 1989, aponta que fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo podem resultar em pena de reclusão de dois a cinco anos e multa.

O outro lado

Procurada a Universidade ainda não se manifestou sobre o caso.

Veja vídeo:

O vídeo abaixo mostra o momento de pichação com o simbolo que remete o nazismo na parede da Instituição de Ensino, mas não é o mesmo do Instituto de Linguagens. O vídeo demonstra ter sido gravado nas proximidades do Instituto de Educação (IE), ou seja, existem mais de um desenho da suástica pela UFMT.

.


2 COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  1. esse não é o simbolo nazista wtf KKKKKKKKKKK Caralho velho como vcs são podres

  2. Esse pessoal da UF são bastante retardados mesmo né. Qual apoiador do Bolsonaro iria entrar lá e pinchar no bloco de Linguagem e iria fazer isso? Esses esquerdistas subestima a inteligência das pessoas e utilizam dos meios mais covardes para tentar atacar pessoas honestas.. Ridículo o que essa tal de Tays Amorim diz.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE