PUBLICIDADE
DIA MUNDIAL DA LIMPEZA

Juvam faz mutirão para limpar rio em Rondonópolis

A atividade vai reunir 150 países em prol de um problema global: o lixo, visa mobilizar voluntários para a limpeza de suas cidades

Da Redação

Equipe

14/09/2018 14h38 | Atualizada em 14/09/2018 15h32 3 comentarios

O mutirão de limpeza do Rio Vermelho, projeto idealizado pelo Juizado Volante Ambiental de Rondonópolis (Juvam) será realizado no próximo sábado (15 de setembro), das 7 horas às 12 horas. Ação que será desenvolvida em Rondonópolis (225 km ao Sul de Cuiabá) fará parte pela primeira vez, do World Cleanup Day 2018 (Dia Mundial da Limpeza).

A atividade cívica, que vai reunir pessoas em 150 países em prol de um problema global: o lixo, visa mobilizar voluntários para a limpeza de suas cidades, bairros, praias, praças e parques, chamando a atenção da população sobre a importância do descarte correto do lixo e da preservação ambiental.

A parceria com Ministério Público, prefeitura municipal de Rondonópolis e Associação Rondonopolitana de Proteção Ambiental-ARPA possibilitou ao Juvam o desenvolvimento do projeto de limpeza do Rio Vermelho de Rondonópolis, que recebeu o slogan “Corre um Rio Vermelho dentro do meu coração”.

Participam da execução do projeto os parceiros voluntários representantes de diversos órgãos públicos, empresas privadas, colônia de pescadores Z3, entidades religiosas e instituições do terceiro setor e da sociedade civil organizada.

Para a concretização e sucesso do evento foram realizadas reuniões de planejamento com parceiros e voluntários que aderiram à ação ambiental, bem como foram traçadas metas visando buscar grande envolvimento da população e escolas em Rondonópolis nesta ação.

A organização e logística do evento são coordenadas pelo secretário de Gestão de Pessoas do município, Argemiro Pereira e conta com a assessoria dos servidores municipais Lindomar Alves e Melquiades (Neto).

Paralelo ao evento estão sendo realizadas ações de limpeza nas praças públicas (Brasil, Carreiros, Copharondon, Rio Vermelho e Parque das Águas) por equipes voluntárias do projeto.

Atividades educativas estão sendo desenvolvidas nas escolas municipais e estaduais, com palestras e atos que promovam a conscientização sobre cuidados com o meio ambiente, formas adequadas de descarte de lixo e outras práticas sustentáveis que preservem o planeta.

O evento terá início às 7 horas da manhã, com concentração das equipes voluntárias no Casario, onde ocorrerá a solenidade de abertura da mobilização. No local será servido café da manhã às 6h30.

As atividades de limpeza do Rio Vermelho serão realizadas na área urbana, definidas em sete trechos de limpeza, que tem início na Ponte Aroldo Marmo de Souza e segue até o final da av. Beira Rio na Vila Mamed, próximo à elevatória de esgoto. Cada trecho terá uma equipe voluntária com respectivo líder.

Nesta quarta-feira (12) a juíza do Juvam de Rondonópolis Milene Beltramini realizou no Tribunal do Júri no Fórum local reunião com as equipes voluntárias para tratar das diretrizes finais para a ação. O coordenador do evento e assessores apresentaram a logística organizada para realização do evento e também entregaram aos líderes de equipes os kits de limpeza contendo luvas e sacos de lixo. As normas de segurança foram repassadas aos voluntários da ação pelo tenente Roberto do Corpo de Bombeiros Militar.

A metodologia de trabalho a ser desenvolvida pelos voluntários consiste em coletar os resíduos sólidos nas margens do rio e depositar nas caçambas que estão alocadas em cada trecho de limpeza, as quais posteriormente terão destinação correta. Já a coleta dos resíduos no leito do rio será realizada pela equipe da colônia de pescadores Z-3, que munidos de equipamento de segurança utilizarão 30 embarcações/rabetas para transportar o lixo recolhido até as caçambas.

Todas as pessoas estão convidadas a participar da mobilização e ajudar no recolhimento dos materiais descartados de forma irregular.

Para a juíza do Juvam, Milene Beltramini o Dia Mundial da Limpeza vai trazer um alerta do que a população está fazendo com o meio ambiente. “É um alerta para responsabilidade que todas as pessoas têm que ter com o principal recurso hídrico de Rondonópolis, que é o Rio Vermelho”.

Sobre a mobilização - O evento começou em 2008, em uma pequena ação da Estônia, quando uma parcela da população se reuniu para limpar o país em apenas cinco horas. Esta ação cívica foi realizada por voluntários e os organizadores nomearam a ação “Let’s Do It” ou “Vamos fazer isso!”. Agora são mais de 150 países que organizam limpezas baseadas no mesmo modelo. No Brasil mais de 350 cidades foram confirmadas. No dia 15 de setembro, todos esses países, voluntários e parceiros se reúnem para diminuir o lixo no mundo e chamar a atenção para o lixo mal administrado.

.

3 COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE