PUBLICIDADE
ESCUTA AMOROSA

CVV Cuiabá promove curso para voluntários em setembro

A instituição de MT atende cerca de 2,5 mil ligações por mês e atua preventivamente em casos de suicídio. Curso preparatório dura 13 semanas.

Da Redação

Equipe

27/08/2018 14h50 | Atualizada em 27/08/2018 14h54

CVV Cuiabá promove curso para voluntários em setembro

Agência Brasil

Com a proposta de preparar voluntários para atuar na ‘escuta amorosa’, o Centro de Valorização da Vida (CVV) de Cuiabá vai realizar ao longo de 13 semanas, a partir do dia 12 de setembro, um curso preparatório.



A capacitação será sempre às quartas-feiras, das 19h30 às 22h, e é gratuita. Hoje, a instituição - que atua preventivamente em casos de suicídio - conta com 64 pessoas voluntárias e atende aproximadamente 2,5 mil ligações por mês de todo o país a partir do número 188. As ligações podem ser feitas a qualquer hora, de qualquer telefone, sem nenhum custo, não têm tempo de duração e não são identificadas.

Há um ano se dedicando ao CVV, Cynara Abad, 39 anos, conta que chegou a um momento da vida em que quis ‘fazer algo a mais’ e resolveu participar do curso, que considera uma filosofia de vida. “Mesmo quem não tiver o perfil para trabalhar na entidade, poderá levar a escuta amorosa para o ambiente onde vive e com isso transformar o mundo em um lugar melhor. Muitas pessoas ligam para o CVV para compartilhar coisas boas, conquistas, pois se sentem muito solitárias e não têm com quem falar, não atendemos apenas coisas ruins ou graves”.

Para comemorar o Dia Nacional do Voluntário, que é no dia 28 de agosto, a instituição faz o convite para que homens e mulheres a partir de 18 anos conheçam a proposta do CVV e se engajem em projetos de voluntariado. A voluntária Cynara relembra a reflexão do poeta Rubem Alves sobre aprender a ouvir e não julgar:



“Sempre vejo anunciados cursos de oratória. Nunca vi anunciado curso de escutatória. Todo mundo quer aprender a falar. Ninguém quer aprender a ouvir. Pensei em oferecer um curso de escutatória. Mas acho que ninguém vai se matricular. Escutar é complicado e sutil (...) a gente não aguenta ouvir o que o outro diz sem logo dar um palpite melhor, sem misturar o que ele diz com aquilo que a gente tem a dizer…”.

Prevenção ao suicídio

O suicídio é um problema de saúde pública que mata pelo menos um brasileiro a cada 45 minutos, mais do que a Aids e muitos tipos de câncer, porém pode ser prevenido em 9 de cada 10 casos, conforme dados do Ministério da Saúde. O movimento Setembro Amarelo, mês mundial de prevenção do suicídio, iniciado em 2015, visa sensibilizar e conscientizar a população sobre a questão – www.setembroamarelo.org.br.

Sobre o CVV

É uma instituição sem fins lucrativas que atua exclusivamente no modelo de voluntariado desde sua fundação, há mais de 50 anos, é uma das oportunidades mais tradicionais e acessíveis, pois busca voluntários em todo o país, sem a necessidade de uma formação específica. É importante destacar que esse serviço não substitui o atendimento psicológico ou médico.

Todos os atendimentos no CVV são realizados por voluntários devidamente selecionados  e  preparados  para  oferecer  apoio  emocional  a  quem  os  procura.  viagra O modelo utilizado é de conduzir uma conversa  acolhedora,  compreensiva,  sigilosa,  sem  críticas  ou  aconselhamentos,  para  que  a  pessoa  consiga  desabafar,  reorganizar  suas  emoções  e  pensamentos  e,  muitas  vezes,  ter  um  novo  fôlego  para  seguir  em  frente. 

Atualmente, são mais de 2,4 mil voluntários em todo o país, a maioria atuando em um dos 90 postos de atendimento.  Em 2017 foram realizados 2 milhões de atendimento e é esperado que esse número ultrapasse 2,5 milhões neste ano. Uma das principais frentes de trabalho é a prevenção do suicídio e o apoio emocional gratuitamente pelo telefone 188 (24 horas por dia, inclusive  aos  domingos  e  feriados),  chat  e  e-mail.

Seja voluntário

Para se tornar voluntário do CVV não é preciso ter qualquer tipo específico de formação. Basta ter pelo menos 18 anos de idade, vontade de ouvir pessoas anonimamente e sem julgamentos ou conselhos, e tempo para cumprir os plantões semanais de  quatro  horas.

O curso é gratuito e sem necessidade de inscrição prévia. No dia, leve um documento de  identidade com foto. Em Cuiabá, tem início no dia 12 de setembro, na sede do CVV, localizado na Rua Comandante Costa, 296, Centro. Outras informações: cuiaba@cvv.org.br 

* Com informações Assessoria CVV

 

.


Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE