PUBLICIDADE
LOCAL ISOLADO

Policlínica do Verdão atende somente emergência após suspeitas de meningite

Uma criança e duas mulheres estão internadas na policlínica em uma sala isolada e com os sintomas da doença

Jefferson Oliveira

Jornalista

15/04/2018 16h31 | Atualizada em 15/04/2018 10h55

Policlínica do Verdão atende somente emergência após suspeitas de meningite

Reprodução/Internet

A policlínica localizada no bairro Verdão em Cuiabá-MT encontra-se fechada desde sábado (14), quando três pessoas deram entrada na unidade de saúde com suspeita de meningite. No local, apenas atendimentos de emergência estão sendo realizados, bem como aos pacientes que já se encontravam na unidade após a interrupção do atendimento.

Uma criança e duas mulheres estão internadas na policlínica em uma sala isolada e com os sintomas da doença. Pela meningite poder ser transmitido via tosse, espirro, beijo ou compartilhamento de itens pessoais, é importante evitar ficar muito próximo a pessoas portadoras de meningite.

A Vigilância Epidemiológica do município já foi ao local realizar análises que foram encaminhadas ao laboratório e apontarão se as três pacientes encontram-se com meningite de fato. Os demais atendimentos na policlínica ficarão suspensos até a transferência das pacientes ao Hospital e Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (HPSMC), que deve acontecer ainda essa semana.

Depois do encaminhamento das pacientes ao HPSMC uma desinfecção deverá ser realizada na unidade de saúde para que o atendimento volte a funcionar normalmente.

De acordo com a superintendente do HPSMC, a médica infectologista Zamara Brandão Ribeiro, a meningite é a inflamação da meninge que são as membranas que envolvem o cérebro. Existem três tipos de meningites, a viral, a bacteriana e a fúngica. As mais comuns, segundo Zamara, é a bacteriana e a viral.

Na meningite viral o tratamento é mais simples. “Nesses casos indicamos repouso, ficar deitado, tomar alguns tipos de antivirais. Alguns casos não é nem necessário o tratamento, pois os sintomas desaparecem”, disse a médica.

As principais formas de contrair o vírus são por meio de alimentos, água e objetos contaminados. “Em lugares frios e secos é mais propício se pegar o vírus. Ficar muito tempo em lugares fechados com alguém que já esteja contaminado, como creches e escolas, também facilita a contaminação. Além disso, não lavar as mãos e estar presente em ambientes cheios de pessoas também podem aumentar os riscos de contrair a meningite”, frisou infectologista.

Leia mais:

.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE