PUBLICIDADE
EM NOTA

Conselho Municipal de Saúde descarta falta de medicamentos e interrupção no PS

Após a divulgação de uma matéria sobre problemas no Pronto Socorro, uma equipe foi até o local e apurou se informações procediam ou não.

Da Redação

Equipe

09/03/2018 14h25 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Conselho Municipal de Saúde descarta falta de medicamentos e interrupção no PS

Ilustração

No dia 05 de março, o jornal A Gazeta publicou uma matéria intitulada “Vistoria confirma risco de vida aos pacientes do Hospital e Pronto Socorro de Cuiabá”. Por meio de nota, o Conselho Municipal de Saúde de Cuiabá, disse que a notícia não condiz com a apreciação feita em vistoria in loco na unidade.

De acordo com a nota, a comissão composta por Conselheiros do Estado e Município, não constatou a falta de medicamentos que a matéria denunciava, nem a paralisação nos serviços por falta de medicamentos, “tão pouco risco de morte” aos pacientes internados.

“Na visita foi constatado que o atendimento estava acontecendo normalmente e que o abastecimento de medicamentos e insumos abastecido durante o fim de semana”, diz trecho da nota.

De acordo com a nota, “poderia estar em falta no momento que veio a público a notícia de ‘suspensão dos atendimentos no HPSMC para novos pacientes’”. Também foi pedida a relação dos medicamentos e insumos que reabasteceram o HPSMC na sexta-feira e no sábado (final de semana) e se estes atenderiam à necessidade.

A nota de esclarecimento finaliza dizendo que outro encaminhamento solicitado pela comissão foi se haveria algum tipo de impedimento para a aquisição de medicamentos e insumos e que o único posicionamento que representa a comissão foi este deliberado no Pleno, durante reunião ordinária do Conselho Municipal de Saúde.  

“Os questionamentos, bem como a íntegra do Relatório de Visita “in loco” ao HPSMC foi encaminhada à Gestão da Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá, requerendo retorno das informações em 48 horas, para posteriores encaminhamentos em plenário dos respectivos Conselhos de Saúde, sendo esta a única informação que reflete a verdadeira proposição dos direcionamentos tomados pela referida Comissão Ampliada”, finaliza.

.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE