PUBLICIDADE
PROMESSA

Taxistas que terão ponto definitivo na rua 13 de Junho

A cidade tem atualmente 604 permissões para táxis distribuídas em 74 pontos. Ao todo serão feitos 13 estacionamentos para os motoristas que trabalham no local

12/01/2018 08h38 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Taxistas que terão ponto definitivo na rua 13 de Junho

Gustavo Duarte

Com a reforma da Praça Ipiranga, os taxistas foram retirados da rua lateral em frente ao Ganha Tempo e colocados provisoriamente em frente as lojas na 13 de Junho. Ao todo são 13 estacionamentos para taxistas que trabalham no local, um dos principais e mais movimentados pontos da Capital, com diversas lojas, pontos de carga e descarga, parada para idosos e PNE.

O Secretário de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo juntamente com o Diretor de Trânsito, Michell Diniz e o Diretor de Transporte, Nicolau Budib, estiveram ouvindo os anseios dos motoristas. “Estamos aqui para solucionar esse impasse, entre os vendedores ambulantes e os taxista para estes  possam ter esse ponto livre. Quero garantir toda a segurança para a categoria”, declarou o Secretário. 

O taxista Isael dos Santos defendeu a segurança dos passageiros no embarque e desembarque no local. “O certo é que o embarque dos passageiros, por segurança, seja pelo lado direito, mas estamos tendo problemas em razão da presença dos camelôs. Ao tentarmos embarcar os clientes, esses vendedores acabam batendo nos carros,  e a situação está complicada”. 

Ele contou que os taxistas queriam fechar a rua porque não estavam concordando com esse ponto, mas optaram por aguardar o presidente da categoria e a secretaria de Mobilidade Urbana para um diálogo, afim de resolver a situação e não prejudicar outras pessoas. 

O secretário Antenor Figueiredo assegurou aos taxistas que juntamente com a Ordem Pública deverá ser feita uma ação no local.

A região passará por readequação da sinalização no período noturno, para que o local passe a ser o ponto definitivo para os taxistas.  “Esse ponto será definitivo na 13 de Junho, estamos assegurando que os taxistas não terão mais problemas com os ambulantes e estamos sempre prontos a atender a todos e disponíveis ao diálogo”, atesta o secretário.

A cidade tem atualmente 604 permissões para táxis distribuídas em 74 pontos. Por lei, cada táxi pode ter no máximo dois condutores.

“Esperamos essa solução juntamente com a Secretaria e estamos agradecidos pelo secretário ter conversado com a categoria”, concluiu o presidente do Sindicato dos Taxistas Autônomos e Condutores de Passageiros de Cuiabá (Sintac), Aelson Alves.

FONTE: Assessoria

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE