PUBLICIDADE
VENDAS

Procon de Cuiabá monitora o preço dos produtos durante a 'Black Friday'

Há aproximadamente 20 dias, o órgão fiscalizador do município começou a se preparar e adotar algumas medidas

Da Redação

Equipe

24/11/2017 16h04 | Atualizada em 24/11/2017 16h18

Procon de Cuiabá monitora o preço dos produtos durante a 'Black Friday'

Luiz Alves/Secom Cuiabá

De olho na "Black Friday", os fiscais do Procon de Cuiabá estão percorrendo a área do comércio nesta sexta-feira (24) para monitorar os preços e cumprimentos das ofertas que foram anunciadas para este ano. A mega liquidação, inspirado nos Estados Unidos, começou a zero hora deste dia 24.

Há aproximadamente 20 dias, o órgão fiscalizador do município começou a se preparar e adotar algumas medidas para acompanhar a data e defender os consumidores de possíveis fraudes. Um dos principais casos praticados durante o período é a “falsa promoção”, em que uma loja sobe o preço de um produto antes do dia da megapromoção e posteriormente anuncia com valores inferiores. Se constatado irregularidade, os fiscais irão autuar o lojista e aplicar multa imediatamente.

Para isso, foi desenvolvido um levantamento dos preços de televisores, celulares, geladeiras, fogões e máquinas de lavar de diferentes marcas e tamanhos de vários lojistas na capital.

“Nos anos anteriores recebemos várias denúncias sobre esses tipo de prática, pensando nisso nós estamos trabalhando com nosso pessoal apaisana nas áreas comerciais da cidade monitorando e defendendo o consumidor cuiabano”, afirma o secretário-adjunto de Proteção e Defesa do Consumidor, Gustavo Costa, também dirigente do Procon.

Segundo o secretário-adjunto, o consumidor deve ficar atento as seguintes informações:

- Verificar se o site é brasileiro, tomando cuidado com os que são ".com".

- Compras de sites internacionais estão sujeitas a outros custos, nem sempre informados ostensivamente.

-  Há sites conhecidos que estampam ofertas de fornecedores independentes, com preços e condições diferentes para um mesmo produto, por isso é importante verificar a reputação do fornecedor.

O consumidor que se sentir lesado poderá procurar a sede do Procon localizado na Rua Joaquim Murtinho nº 554, Centro, ou pelo telefone (65) 3641-6400. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. 

FONTE: Assessoria

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE