PUBLICIDADE
TRADIÇÃO

13ª Peixada do Velhinho 2017 traz novidades na culinária e música boa

Evento acontece no próximo dia 22 de outubro e ingressos podem ser retirados antecipadamente no Bar do Jarbas

Karollen Nadeska

Jornalista

11/10/2017 06h00 | Atualizada em 11/10/2017 12h08 1 comentario

13ª Peixada do Velhinho 2017 traz novidades na culinária e música boa

Ilustração

Considerada tradição cuiabana, a Peixada do Velhinho, evento open food (comida liberada), acontece no próximo dia 22 de outubro (sábado), no Bar do Jarbas. A festa comemora sua 13ª edição e traz como novidade a “moqueca de coco”, uma das especiarias apresentadas no cardápio, além de muita ventrecha de pacu, farofa de banana, salada e pirão, comidas típicas da região.

Nesta edição, os embalos dançantes ficam por conta do grupo Tô Te Querendo e a dupla Bruno & Vinicius. Ou seja, o samba e o sertanejo não irão faltar para animar a galera. A festa é tão popular que atrai gente de todos os lugares e a expectativa é que neste ano os ingressos estejam esgotados antecipadamente.

Professor Louzada - Foto: Divulgação

Um dos idealizadores, o professor de matemática Carlos Alberto Louzada, mais conhecido como Professor Louzada, fala da satisfação que é poder oferecer alegria e deliciosas comidas típicas para representar a cultura cuiabana. Ele lembra, contudo, que a pesca acontece antes do período de defeso, como é previsto pela lei.

“É um evento muito bacana, em que conseguimos reunir pessoas de 8 anos a 80. Utilizamos os peixes do Pantanal, prezando pela qualidade, e a pescaria acontece dentro da legislação ambiental, todos adquiridos antes do defeso. Com ajuda do Guto Louzada, meu filho, e do Alan Lemos e parceria, temos certeza que faremos um dos melhores eventos da nossa capital este ano”, diz o professor.

Louzada é pescador de carteirinha e junto com a família e amigos já promoveu inúmeras confraternizações, daí a origem da festa. A primeira Peixada do Velhinho foi realizada em 2004, quando seu filho Guto e o amigo Alan, à época colegas de faculdade, decidiram chamar a galera para se juntar na confraternização.

No ano seguinte foram disponibilizados 150 convites, porém o número de pessoas que queriam participar da festa aumentou para 500 e desde então o evento não parou mais.

Os organizadores estimam que neste ano o número de participantes seja ainda mais elevado, pois o Bar do Jarbas está em uma região bem localizada e disponibilizou inúmeros convites ao preço de R$ 50 cada.

O evento começa ao meio-dia e tem previsão para acabar às 8 da noite, buffet pode ser consumido à vontade, à medida que o samba e o agito dão os toques de alegria.

A peixada já foi realizada no Sesi Park, Chácara das Flores, Associação Médica, Estância 21, Associação dos Advogados, e por vários anos no antigo Canela Fina.

 

1 COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  1. a festa é dia 22 e não dia 26!!

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE