Quinta-Feira, 27 de Abril de 2017
DESTEMIDOS

Banhistas ignoram aviso e invadem Salgadeira; assista vídeo

Mesmo com placas proibindo o acesso, as pessoas não se intimidam e continuam a utilizar a área interditada há seis anos

Banhistas ignoram aviso e invadem Salgadeira; assista vídeo
 

Foto e vídeo: Felipe Leonel 

Quem passa em frente ao Complexo Turístico da Salgadeira, próximo à cidade de Chapada dos Guimarães (67 km ao norte de Cuiabá), nem percebe que o local está interditado há seis anos para obras de revitalização. O aviso indicando que é proibida a entrada de pessoas no local é ignorado por alguns. Neste domingo (8), o Circuito Mato Grosso passou em frente ao complexo e flagrou dezenas de carros no local, assim como banhistas, que aproveitavam para contemplar a natureza e se refrescar do calor.

Para evitar que os banhistas tomem banho na cachoeira existe um segurança da empresa Pantanal Segurança, que avisa aos turistas que é permitido apenas a contemplação. As obras da Salgadeira estão paradas desde o mês de agosto de 2016, devido a questões contratuais. A Justiça de Mato Grosso determinou ao Governo do Estado que conclua às obras do local e que apresente até o próximo dia 17 uma proposta definitiva para concluir as intervenções.

Leia mais: Justiça determina conclusão de obras na Salgadeira

Salgadeira padece abandonada pelo Poder Público há seis anos; veja fotos e vídeo

O Secretário de Estado de Cidades, Wilson Santos (PSDB), foi notificado da decisão e caso não apresente uma proposta definitiva no prazo estabelecido será multado em R$ 100 mil ao dia. “O governador Pedro Taques me orientou a tratar a retomada das obras com prioridade e celeridade. Estamos tomando as providências e quero apresentar soluções definitivas antes do final do prazo”, explicou o Wilson Santos.

No Local ainda foi colocado uma placa, alertando as pessoas que existe uma decisão da Vara Especializada do Meio Ambiente da Comarca de Cuiabá, e que quem invadir o local está sujeito prisão e reparação dos danos ambientais.

Veja o vídeo feito pelo Jornal Circuito Mato Grosso neste domingo (8/01/2017) 

COMENTAR