PUBLICIDADE
IRRITADO

Juiz se irrita por vizinho sublocar apartamento e atira durante a madrugada

Por pouco tiro não atingiu o vizinho na cabeça, que ficou ferido por estilhaços. O osteopata saiu do prédio após o ocorrido

12/06/2018 07h27 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

O juiz Jorge Jansen Counago Novelle, da 15ª Vara Cível do Rio, está sendo acusado de atirar contra seu vizinho, o osteopata Pedro Augusto Guerra. A tentativa de ataque foi realizada dentro de um condomínio de frente para o mar na Avenida Atlântica, em Copacabana. O disparo, ocorrido por volta das 4h do feriado de 1º de maio, foi registrado pela câmera do celular de Pedro e divulgado pelo O Globo.  

O tiro por pouco não atingiu Pedro na cabeça, que ficou ferido apenas por estilhaços. O osteopata saiu do prédio após o ocorrido. Ele alugava um imóvel de cerca de 400 metros quadrados um andar abaixo da casa de Novelle. Pelo vão interno de circulação de ar do edifício, um podia ver parte do apartamento do outro. E foi nesse espaço que ocorreu o incidente. Na gravação, enquanto Pedro apoia o celular no parapeito de uma janela, escuta-se um grito que seria do juiz: “Bandido!”. Depois, o magistrado aparece na imagem, na área de serviço de seu apartamento, e faz acusações contra o osteopata. “Tu é safado. Pedro safado!”, diz ele. 

De acordo com Pedro, antes do acontecido os contatos entre os dois haviam sido poucos, mas cordiais. No entanto, ele revela que Novelle, uma semana antes do ataque, berrava xingamentos em seu dentro de seu apartamento dirigidos ao ex-presidente Lula e ao ex-governador Sérgio Cabral, ambos presos. O osteopata lembra ainda que o juiz já havia ameaçado uma de suas visitas.

Segundo pessoas ligadas a Novelle, ele teria se irritado porque Pedro estaria sublocando o apartamento. O osteopata alega poucas vezes recebeu visitantes no imóvel, e que nunca discutiu com o juiz por isso.

FONTE: Veja Rio

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE